Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020 |

Você Lembra?

1415 – MÁRCIO ROSSINI

Por Redação em 22 de Março de 2019


Márcio Rossini, o nosso entrevistado nesta edição, foi um eficiente zagueiro que marcou presença em vários clubes de diversos estados brasileiros, de maneira especial no futebol paulista. O seu nome completo é Marcio Antônio Rossini, sendo natural de Marilia SP, onde nasceu no dia vinte de setembro de 1960. Iniciou suas atividades esportivas no Marilia de sua cidade natal em 1978. Em 1980 foi contratado pelo Santos que era escalado com Marola; Nelsinho, Marcio Rossini, Neto e Paulinho; Miro, Toninho Vieira e Pita; Nilton Batata, Claudinho e João Paulo. Em 1986 foi para o futebol carioca defender o Bangu que ia a campo com Gilmar; Jacimar, Marcio Rossini, Oliveira e Márcio Nunes; Israel, Robson e Toby; Marinho, Nando e João Cláudio. Em 1988 o clube de Moça Bonita era escalado com Palmieri; Marcelo, Marcio Rossini, André Luiz, Racinha; Israel, Toby e Macula; Gilson, Nando e Rached. No ano seguinte Marcio Rossini foi para o Flamengo que jogava com Zé Carlos; Josimar, Marcio Rossini, Fernando e Rogério; Leonardo, Ailton e Junior; Renato Gaúcho, Alcindo e Zinho. No ano seguinte veio para o futebol gaúcho para defender o Inter, que atuava com Maisena; Célio, Marcio Rossini, Zabala e Ricardo; Caçapava, Alberto e Marcelo Prates; Alex, Nilson e Edu. A seguir defendeu o Noroeste de Baurú, Portuguesa de Desportos, Tigres do México, São Carlense para encerrar sua carreira como atleta de futebol em 1995 no Marilia, onde tudo começou. Marcio Rossini defendeu a nossa seleção em quinze jogos. No jogo com a Suécia que findou empatado em três gols, disputado em Gotemburgo Suécia no dia vinte e dois de junho de 1983, Marcio Rossini marcou um gol. Nesse jogo a nossa seleção jogou com Leão; Édson, Marcio Rossini, Toninho Carlos e Pedrinho; Batista e Sócrates; Paulo Isidoro, Careca João Paulo (Jorginho) e Éder. Márcio Rossini considera que Carlos Alberto Parreira e Telê Santana foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores zagueiros que viu em ação foram Oscar, Luiz Pereira e Mozer. Os atacantes que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Careca, Reinaldo e Sérginho Chulapa. O seu gol inesquecível foi o marcado no jogo Brasil 3 X Suécia 3. Os seus ídolos nos gramados são Sócrates e Zico. Hoje Marcio Rossini reside na sua cidade natal, Marília onde exerce as atividades de empresário. Assim, resgatamos a história futebolística de Marcio Rossini, que inegavelmente foi um excelente zagueiro com marcantes passagens por importantes clubes brasileiros.

COMENTÁRIOS ()