Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020 |

Você Lembra?

1449 - CARLOS ZARA

Por Redação em 22 de Novembro de 2019


Carlos Zara, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom meia atacante com marcantes passagens em vários clubes do interior paulista. O seu nome completo é Carlos Roberto Zara, sendo paulista natural da cidade de Santa Albertina, onde nasceu no dia vinte e dois de agosto de 1970. Iniciou suas atividades esportivas no Novo Horizontino no ano de 1988. Em 1991 foi contratado pelo Patrocinense, a seguir retornou ao Novo Horizontino. Em 1993 foi para o futebol goiano contratado pelo Vila Nova. No ano seguinte retornou para o Novo Horizontino. Em 1996 foi para o futebol português, pois foi contratado pelo União da Ilha da Madeira. Em 1997 retornou ao futebol brasileiro contratado pelo Bragantino, que jogava com Alex; Pereira, Nei, Índio e Jandirson; Edson Baiano, Geraldo e Genilson; Alfredo, Márcio e Carlos Zara. No ano seguinte o Bragantino ia a campo com Émerson; Marcinho, Geferson, Augusto e Émerson Roberto; Goiano, Carlos Zara e Piá, Ronaldo Alfredo, Leto e Paulinho. A seguir defendeu o Paulista de Jundiaí, Coritiba, América de Natal-RN, ABC, Matonense, Indonésia para encerrar sua movimentada atividade como atleta profissional de futebol no Oeste de Itápolis. Carlos Zara considera que José Teixeira, Adilson Batista e Nelsinho Batista foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores atacantes que viu em ação foram Ronaldo Nazário e Romário. Os melhores zagueiros que enfrentou foram Márcio Santos e Antônio Carlos Zago. O seu gol inesquecível foi consignado no jogo Bragantino 3 X Bahia 1 em jogo válido pelo Brasileirão de 1997. O seu ídolo nos gramados é Silas. Hoje Carlos Zara reside em Novo Horizonte onde trabalha num escritório de contabilidade e numa Escolinha de Futebol de um clube de campo. Assim, resgatamos a história futebolística de Carlos Roberto Zara, o Carlos Zara, que inegavelmente foi um bom, meia atacante, com marcante passagem, pelo futebol paulista.

COMENTÁRIOS ()