Domingo, 25 de Outubro de 2020 |

Você Lembra?

1455 - ZURA

Por Redação em 10 de Janeiro de 2020


Ao longo dos anos o futebol bajeense sempre foi um dos mais pujantes de nosso estado. Os seus clubes, a dupla BaGuá sempre foram muito fortes, porém nos últimos anos enfraqueceu. Mas estão em franca recuperação. Zura, o nossos entrevistado nesta edição, foi um dos últimos bons valores revelados pelos clubes de sua terra natal. Ele foi um excelente lateral esquerda tendo brilhado em vários clubes gaúchos. O seu nome completo é João Luiz Alves da Rosa, sendo natural da cidade “Rainha da Fronteira” onde nasceu no dia cinco de junho de 1970. Iniciou suas atividades esportivas no Grêmio Bagé em 1989, que no ano seguinte jogava com Mandarino; Da Silva, Nelson, Caco e Zé Miguel; Djalma, Vado e Zura; Nino, Fábio e Escurinho. Em 1995 o “jalde negro” era escalado com André; Mola, Newmar, César e Zura; Lino, Jeferson Alves e Renato Cunha; Ademir Veja, Paulinho e Esquerdinha. No ano seguinte foi contratado pelo Santa Cruz, da cidade “Capital do Fumo” que ia a campo com Almir; Nilson, Gilmar Iser, Moroni e Zura; André, Gerson e Rogério; Jair, João de Deus e Sandro Gomes. Em 1997 veio para Porto Alegre defender o São José que atuava com Alberto; Edinho, André Bagé, Da Silva e Zura; Marcelo Pica Pau, Lino e Adriano; Anderson, Hilton e Senegal. No ano seguinte o “Zequinha” jogava com Alberto; Luiz Carlos Winck, Leandro, André Bagé e Zura; Zeca, Lino, Senegal e Jair Bala; Hilton e Ernestina. Em 1999 foi para Santa Maria defender o Internacional local que era escalado com Tigre; Ayub, Luciano Vieira, Alex Xavier e Zura; Jarbas, Anderson Cebola e Bagnara; Alex Rossi, Ernestina e Lovatto. No ano de 2000 retornou para a sua terra, pois foi contratado pelo Guarany que era escalado com João Scherer; Enri, Lauro, Serginho e Zura; André Mainardi, Mário Paulista e Paulo César; Betinho, Ivan e Alex. No mesmo ano defendeu o Santa Cruz que ia a campo com Guto; Toninho Paraná, Sérginho, Sanabria e Zura; Claudiomar, Sotello e Patrick; Jones, Paulo Roberto e Rogério. Em 2002 Zura foi contratado pelo Santo Ângelo que formava com Marcão; Luciano, Fábio, Rossano e Zura; Marcelo Prates, Evandro Brito e Jesum; Teco, Rivaldo e Mano Paulista. No ano seguinte o clube missioneiro era escalado com Charles; Digo, Alemão, Airton e Zura; Gilberto, Pinto e André; Darci, Da Silva e Wagner Paulista. Além desses clubes Zura atuou também no Pelotas, Esportivo, Juventude, ULBRA, Marilia de São Paulo para encerrar no Garibaldi. Zura considera que Paulo Sérgio Poletto e Ernesto Guedes foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores laterais que viu em ação foram Edinho e Cortêz. Os melhores ponteiros que enfrentou foram Fabiano e Evandro Brito. O seu gol inesquecível foi atuando pelo Grêmio Bagé, quando marcou um gol olímpico. O seu ídolo nos gramados é Romário. Hoje Zura reside na cidade de Três Coroas onde exerce as atividades de chefe de produção de uma indústria. Assim, resgatamos a história futebolística de João Luiz Alves da Rosa, o Zura que inegavelmente foi um dos melhores laterais esquerdo de nosso interior do estado no período em que atuou.

COMENTÁRIOS ()