Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 |

Você Lembra?

1470 - MÁRIO

Por Redação em 30 de Abril de 2020


Mário, o nosso focalizado nesta edição, foi um excelente meia cancha, que marcou presença no futebol carioca na década de oitenta. O seu nome completo é Mario Marques Coelho, é carioca da “Cidade Maravilhosa” onde nasceu no dia vinte e quatro de março de 1957. Iniciou suas atividades esportivas em 1977 no Fluminense, que no ano seguinte ia a campo com Renato; Eduardo, Dario, Miranda e Marinho Chagas; Rubens Galaxie, Pintinho e Luiz Carlos; Robertinho, Doval e Mário. Em 1979 o FLU jogava com Paulo Goulart; Edvaldo, Ademilton, Tadeu e Rubens Galaxie; Mario, Carlos Alberto Pintinho e Cleber; Robertinho, Cristovão e Zezé; Em 1980 o “Pó de Arroz” atuava com Paulo Goulart; Marinho Chagas, Ademilton, Edinho e Chico Fraga; Rubens Galaxie, Cristóvão e Mário; Robertinho, Osnir e Zezé. Finalmente em 1981, no seu último ano no tricolor carioca, a sua equipe jogava com Paulo Goulart; Marinho Chagas, Tadeu, Adilço e Rubens Galaxie; Delei, Gilberto e Mário; Robertinho, Cristóvão e Zezé. No ano seguinte foi contratado pela Inter de Limeira. Em 1983 retornou para o futebol carioca para defender do Bangú. Depois de uma passagem pelo Goiás, foi para o Vasco da Gama em 1984 que ia a acampo com Roberto Costa; Eduardo, Daniel Gonzalez, Nenê e Ivan; Pires, Mário e Arturzinho; Jussiê, Roberto Dinamite e Marquinho. No ano seguinte retornou para o Bangú que jogava com Gilmar; Perivaldo, Jair Oliveira e Marcio; Israel, Pingo e Mário; Marinho, Fernando Macaé e Ado. No ano seguinte foi para o futebol português contratado pelo Sporting onde permaneceu até 1988. No ano seguinte foi contatado pelo Estrela Amadora onde encerrou sua carreira como atleta de futebol em 1990. Mário elogia o trabalho de Nelsinho Rosa, Edu Coimbra e Zagalo como os melhores treinadores que teve a orientá-lo. Os melhores meia canchas que viu em ação foram Geraldo, ex- Flamengo, Cleber ex Fluminense e Carlos Alberto Pintinho. Os volantes que melhor lhe marcaram foram Pires, Andrade e Jandir. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Sporting X Porto na semi-final da Taça de Portugal de 1987. Os seus ídolos nos gramados são Manoel e Zico. Hoje Mário reside na sua terra natal onde exerce o cargo de coordenador do Bangú. Assim, resgatamos a história futebolística de Mário Marques Coelho, o Mário que inegavelmente foi o excelente meia cancha que brilhou no futebol carioca na década de oitenta.

COMENTÁRIOS ()