Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 |

Você Lembra?

1474 - VILSON

Por Redação em 05 de Junho de 2020


A posição que sofreu mais modificações no aspecto tático no futebol dito moderno em relação ao futebol de outrora inegavelmente foi a dos ponteiros. Antigamente os pontas jogavam a bem abertos rente as laterais e sempre que possível, avançados. Para ser um bom ponteiro o atleta tinha eu possuir habilidade para o drible e velocidade. Vilson, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom ponteiro. O seu nome completo é Vilson Roberto Galon sendo paranaense de Cascavel, onde nasceu no dia treze de julho de 1966. Iniciou suas atividades esportivas na base do Vasco da Gama em 1982. Em 1986 retornou ao seu estado natal contratado pelo Atlético Paranaense, que jogava com Marola; Bruno, Marcão, Hilton e Cambé; Déti, Roberto e Valtair; Gilson, Luiz Carlos e Vilson. O ano seguinte o “Furacão” ia a campo com Marola; Bruno, Marcão, Fernando e Miguel; Roberto Cavalo, Lívio e Pedrinho; Carlinhos, Kraemer Vilson; Em 1988, seu último ano como atleta do rubro negro a sua equipe era escalada com Marola; Odemilson, Adilson, Hilton e Miranda; Roberto Cavalo e Cacau; Sérginho, Manguinha e Vilson. Posteriormente atuou no Náutico Capiberibe, Marcilio Dias de Itajaí-SC, Figueirense, Pachuca do México e Maringá, onde encerrou sua carreira como atleta profissional de futebol. Vilson considera que Levir Culpi e Nelsinho Batista foram os melhores técnicos que teve ad orientá-lo. Os melhores ponteiros canhotos que viu em ação foram Éder, Júlio César Urigheller e João Paulo. O melhor lateral que enfrentou foi Zé Teodoro. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Atlético Paranaense X Pinheiros na final do certame paranaense de 1988. Foi um golaço de cabeça. O goleiro adversário era o Tobias. O seu ídolo nos gramados é Eder. Hoje Vilson reside em Foz de Iguaçu onde exporta hortifrutigranjeiros para o Paraguai. Assim, resgatamos a história futebolística de Vilson Roberto Galon, o Vilson, que inegavelmente foi um bom ponteiro das antigas.

COMENTÁRIOS ()