Tera-Feira, 04 de Agosto de 2020 |

Você Lembra?

1480 - NONATO

Por Redação em 17 de Julho de 2020


Nos tempos atuais os bons jogadores permanecem por pouco tempo nos grandes clubes. Não foi o que aconteceu com Nonato, o nosso entrevistado nesta edição. Permaneceu expressivos oito anos como titular absoluto da lateral esquerda da excelente equipe do Cruzeiro mineiro. O seu nome completo é Raimundo Nonato da Silva, sendo potiguar de Mossoró, onde nasceu no dia vinte e três de fevereiro de 1967. Iniciou suas atividades esportivas no Baraúnas em 1985, onde permaneceu até 1990 quando foi contratado pelo Pouso Alegre. Nesse mesmo ano foi para o Cruzeiro. Nesse ano a equipe estrelada formava com Paulo César; Dinho, Paulão, Adilson e Nonato; Ademir Keffer, Paulo Isidoro e Roberson; Paulinho, Ramon e Édson. Em 1994 a “Raposa” atuava com Dida; Zelão, Célio Lúcio, Arley e Nonato; Douglas Macalé e Careca; Mário Tilico, Cleison e Roberto Gaúcho. Em 1997 o Cruzeiro ia a campo com Dida; Vitor, Vilson Gotardo, Célio Lúcio e Nonato; Fabinho, Cleison, Ricardinho e Elivelton; Caio e Paulinho. Em 1998 Nonato foi para o futebol carioca contratado pelo Fluminense. A partir do ano seguinte iniciou uma grande peregrinação atuando no Etti Jundiaí, Vila Nova, Ipatinga, Guarani de Divinópolis, América de Natal e ABC da mesma cidade, onde encerrou sua movimentada carreira como atleta de futebol em 2002. Nonato considera que Enio Andrade foi o melhor treinador que teve a orientá-lo. Os melhores laterais esquerdos que viu em ação foram Branco, Mazinho, Junior, Roberto Carlos e Marinho Chagas. Os ponteiros que lhe deram mais trabalho para marcar foram Renato Gaúcho, Mário Tilico, Mauricinho e Sérgio Araújo. O seu quase gol inesquecível foi num jogo contra o Boca Juniors quando chutou na trave. Libertadores de 1994. Antes de ser jogador o seu ídolo nos gramados era Roberto Dinamite. Após são Dida, Luiz Fernando Rosa Flores, Marcelo Ramos, Alex e Palhinha. Hoje nonato reside em Belo Horizonte onde exerce as atividades de Assessor Parlamentar do deputado Fábio Avelar. Assim, resgatamos a história futebolística de Raimundo Nonato da Silva, o Nonato que inegavelmente foi um excelente lateral esquerdo, um dos melhores do futebol brasileiro na época em que jogou.

COMENTÁRIOS ()