Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020 |

Você Lembra?

1488 – ELISEU

Por Redação em 11 de Setembro de 2020


Eliseu, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom meia cancha com marcante passagem pelo futebol paranaense. O seu nome é Eliseu Rolim de Moura Neto, sendo natural da cidade paranaense de Pirai do Sul, onde nasceu no dia primeiro de outubro de 1961. Iniciou suas atividades esportivas na base do Coritiba em 1977, sendo profissionalizado em 1982. Em 1984 o “Coxa” jogava com Jairo; Suemar, Divino Santos, Vavá e Carlos Alberto Rocha; André, Carlinhos Maracanã e Eliseu; Lela, Petróleo e Pedrinho Gaúcho. No ano seguinte o clube do estádio Couto Pereira era escalado com Rafael; André, Vavá, Hélcio e Marildo; Eliseu. Aragonês e Tobi; Lela, Índio e Édson. No mesmo ano Eliseu atuou no Operário de Ponta Grossa e Pato Branco. Em 1986 foi para o futebol carioca, pois foi contratado pelo Mesquita. Em 1987 veio para o futebol gaúcho defender o Passo Fundo. O Passo Fundo jogava com Júlio César; Jarbas, Bira, Rubens Paula e Antônio Carlos; Valmor, Eliseu e Odair; Zé Mello, Toninho e Marquinhos. Permaneceu no Vermelhão da Serra em 1988. Em 1989 reverteu a sua condição de atleta profissional para atleta amador, Eliseu considera que os melhores técnicos que teve a orientá-lo foram Dirceu Krieger, Bugrão e Sizico na base e Borba Filho, Dreyer, Bolão, Odilon Silva, Poletto, Marinho, Laone Luz, Acolé, Renê Simões e Turcão no profissional. Os melhores meias que viu em ação foram Zico, Geovani, Everton e Adilio. Os melhores volantes que enfrentou foram João Antônio, Jandir e Marildo. Os seus gols inesquecíveis foram marcados nos jogos Coritiba 3 X Paranavai 1 em 1982 no estádio Couto Pereira e Passo Fundo 2 X Brasil de Pelotas 1 em 1987. O seu ídolo nos gramados é Arthur Antunes Coimbra, o Zico. Hoje Eliseu reside em Curitiba onde leciona cursos técnicos na área de administração, logística e recursos humanos. Quando se aposentar quer ser técnico de futebol. Assim, resgatamos a história futebolística de Eliseu Rolim de Moura Neto, o Eliseu que marcou presença no futebol paranaense na década de oitenta.

COMENTÁRIOS ()