Tera-Feira, 04 de Outubro de 2022 |

Você Lembra?

1564 - NHANDIU

Por Redação em 25 de Março de 2022


Nhandiu, o nosso entrevistado nesta edição, é um caso raro nestes tempos. Envergou apenas uma camiseta da base até o profissional. Iniciou na base do Novo Hamburgo em 1988 e permaneceu no estádio Santa Rosa até 1996, quando abandonou os gramados. Foi um bom volante cabeça de área. Em 1990 o Novo Hamburgo era escalado com Leandro; Mauricio, Solis, Leandro Souza e Édson Souza; Alceu, Leandro e Nhandiu; Roberto, Carlos, Sabará e Balalo. Em 1992 o “Nóia” atuava com Marquinhos; Paulo Henrique,João Luiz, Cocão e Valdo; Alceu, Nhandiu e Popéia; Preto, Roberto Carlos e Gilmar.
Em 1994 os “anilados” jogavam com Dagoberto; Sandro, Binho, Julio e Paulão; Nhandiu, João Luiz e Rogério Manta; Itamar, Cedenir e Marcio. No ano seguinte o seu clube formava com Celso; Gerson, Binho, Leandro e Kiko; Nhandiu, Alceu e Arizinho; Peninha, Robson e Jouber. Nhandiu considera que Popéia e Paulo Sérgio Polettoforam os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores volantes que viu em ação foram Alceu e Faller. O melhor meia esquerda que enfrentou foi Balalo. O seu gol inesquecível foi quando ainda era junior. Foi no jogo Novo Hamburgo X Passo Fundo. O seu ídolo nos gramados é Junior, ex lateral esquerdo e meia cancha do Flamengo do Rio de Janeiro. O seu nome completo é Luiz Fernando da Silva, sendo natural de Novo Hamburgo, onde nasceu no dia doze de abril de 1971. Hoje Nhandiu reside em Novo Hamburgo, onde exerce as atividades de Guarda Municipal. Assim, resgatamos a história futebolística de Luiz Fernando da Silva, o Nhandiu, que marcou presença no futebol gaúcho defendendo o Novo Hamburgo na década de noventa.

COMENTÁRIOS ()