Tera-Feira, 04 de Outubro de 2022 |

Você Lembra?

1565 - PILOTO

Por Redação em 01 de Abril de 2022


Piloto,o nosso focalizado nesta edição, foi um polivalente do nosso futebol. Atuava com igual desenvoltura nas quatro posições da defesa e nas três da meia cancha. O seu nome completo é Antonio Fioroci Junior, sendo natural de São Paulo, onde nasceu no dia onze de julho de 1941. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões inferiores do Palmeiras, onde se profissionalizou. Em 1963 veio para o futebol gaúcho contratado pelo Inter, que jogava com Gainete; Piloto, Ari Ercílio, Claudio Dahne e Soligo; Bandeira e Osvaldinho; Sapiranga, Mauro Barrilzinho de Pólvora, Flávio Minuano e Gilberto Andrade. Posteriormente defendeu o Metropol de Criciuma, Comercial de Ribeirão Preto, XV de Novembro de Piracicaba e em 1971 no Coritiba, que jogava com Célio Maciel; Hermes,Pescuma, Piloto e Nilo; Hidalgo, Renatinho e Kruger; Leocádio, Paulo Véchio e Rinaldo.. A seguir foi para o exterior atuando em clubes mexicanos e norte americanos. Abandonou quando atuava em um clube de Nova Iorque. Piloto considera que Carlos Froner e Armando Renganeschi foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. O melhor lateral direito que viu em ação foi Renato Silva. O ponteiro esquerdo que lhe deu mais trabalho para ser marcado foi Edu, do Santos. O seu gol inesquecível foi consignado num clássico Inter Cruz, que o Inter venceu por três a zero. Os seus ídolos nos gramados foram Ademir da Guia e Pelé. Hoje Piloto reside na cidade paulista de Bauru, onde exerce atividades de Representante Comercial. Assim, resgatamos a história futebolística de Antônio Fioroci Junior, o Piloto, que foi mais um polivalente de nosso futebol nas décadas de sessenta e setenta.

COMENTÁRIOS ()