Segunda-Feira, 18 de Outubro de 2021 |

Colunista



Adolescentes vacinados

O Brasil é um país continental, com muitas diferenças entre suas regiões, mas mesmo assim somos uma nação que se mantém unida, apesar dos líderes regionais, muitas vezes, não concordarem com as determinações de nível federal.

A vacinação no Brasil, desde o surgimento de notícias de vacinas contra a Covid-19, esteve envolvida numa discussão política com vários entendimentos, desde a contrariedade geral até o apoio irrestrito à imunização de toda a população.

A compra das vacinas foi outro ponto polêmico, pois houve entendimento do governo federal de que o melhor era a contaminação por rebanho e manutenção da rotina, sem isolamento e nem uso de máscaras, mantendo a economia aberta.

Enquanto os governadores e prefeitos partiram para o fechamento da economia e isolamento social, com a população ficando restrita às suas residências, tendo início do trabalho e ensino remoto, num contraste de entendimentos à respeito da pandemia.

No início de 2021, começou uma corrida para comprar vacinas, com relativo atraso, por muita burocracia oficial, mas no final de janeiro tivemos os primeiros brasileiros vacinados, iniciando pelos trabalhadores da área da saúde.

Depois os idosos, com 90 anos ou mais, foram imunizados com as vacinas liberadas pelos órgãos sanitários, passando pelas demais faixas etárias, incluindo alguns grupos prioritários, conforme entendimento de autoridades locais.

Passados oito meses do início da vacinação contra o coronavírus, chegamos a mais de 140 milhões de brasileiros imunizados com a primeira dose e 77 milhões completamente vacinados, enquanto que uma terceira dose chegou a 233 mil pessoas.

Agora uma nova discussão sobre a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos teve início, de um lado o governo federal entende que não é momento para isso, enquanto que governadores e prefeitos determinaram a imunização dos jovens.

Espero que os governantes cheguem a um acordo, em breve, e decidam pelo melhor para os nossos adolescentes...

COMENTÁRIOS ()