Sbado, 23 de Outubro de 2021 |

Colunista


Direito e Cidadania


Valmor Freitas Junior



Feliz Aniversário, Alvorada!!!

No dia 17 de setembro de 1965, o distrito de Viamão chamado Passo do Feijó dava lugar à emancipada cidade de Alvorada!

Portanto, hoje comemoramos o aniversário de 56 anos da nossa cidade. Lembramos hoje um pouco do que nos trouxe até aqui, e seguimos trabalhando no presente, para projetar um futuro cada vez melhor.

Eu tenho 42 anos de idade, alvoradense, e vivo nesta cidade a minha vida toda. Brinco que nasci em Porto Alegre, e foi só! Isso porque, atravessamos a ponte até o Hospital Fêmina, nasci, e após a recuperação da mãe já estávamos de volta.

Sou testemunha da transformação da nossa cidade. Da parte bonita da história, e de outra que em muitos aspectos deixou a desejar. Contudo, e antes de tudo, sou entusiasta deste chão, porque acredito nas pessoas, e tenho certeza que podemos avançar cada vez mais.

Da parte boa, que me entusiasma, um povo trabalhador. Que já no alvorecer do dia levanta e segue firme para trabalhar, atravessando a cidade, inúmeras vezes saindo dela, firmando a identidade de homens e mulheres que dignificam a nossa gente, pela força, perseverança e resiliência. Sobre o que lamento, tem a ver com a realidade econômica do nosso município, que merecia, pelo seu povo, localização geográfica e potencial de crescimento, estar numa condição muito melhor, embora não deixe de reconhecer, que temos recentemente recebido bons sinais de desenvolvimento.

Dos tambos de leite ao comércio, que se fortaleceu a beira da Av. Getúlio Vargas, até o nosso distrito industrial. E entre isso, obviamente, uma infinidade de histórias.

Sobre o comércio percebemos cada vez mais o crescimento nos bairros, o que distribui melhor a economia da nossa cidade incentivando uma desconcentração da área central, que ainda, claro, é predominante. E pra melhorar isso, precisamos de mais infraestrutura pensando vias alternativas dentro da nossa cidade, que estimulem o deslocamento nos bairros. Reconheço como importantíssimos os investimentos em pavimentação realizados nos últimos tempos, mas é fundamental um planejamento estratégico de mobilidade urbana pensando o presente, com os olhos no futuro.

Quanto ao nosso distrito industrial, da mesma forma, impõe-se uma atenção redobrada. Nosso crescimento econômico passa por oferecer condições de receber novas empresas, criando políticas atrativas que dêem à cidade uma maior capacidade de concorrer com outros municípios. E claro, pra lembrar, não se faz isso com um pedágio na RS118, situação cada vez mais perto de acontecer apesar da forte resistência do movimento organizado, que combate esta ação do governo do Estado.

E tudo isso é muito lógico, mas é também desafiador. Não temos mais tempo pra errar, daí a importância de uma gestão cada vez mais profissional, aliando experiência e expertise.

Mas claro, precisamos também que as pessoas acreditem e participem mais. Que, além das críticas, proponham, fiscalizem e contribuam, pois cada vez precisamos mais de protagonistas e menos de coadjuvantes. E claro, não precisamos absolutamente nada, como popularmente dizem por aí, dos “papagaios de pirata”. Não temos mais tempo pra quem só quer aparecer, sem entregar resultados.

Escrevo isso com um coração que transborda, com a legitimidade de quem é Alvoradense. De quem cresceu nesta cidade, estudou, se profissionalizou e escolheu esse chão para abrir um escritório há quase 17 anos atrás, fora da avenida principal, contrariando talvez a lógica daquele momento. Constituí uma família aqui, e aqui resido. Trabalho para que um dia se meu filho quiser sair desta cidade, que seja por uma opção, e não por falta dela. Não podemos mais deixar que a cidade “expulse” quem quer crescer por falta de oportunidades. Precisamos repensar o futuro, urgentemente, para o nosso bem e das novas gerações.

56 anos! Parabéns Alvorada. Felicidades, alvoradenses. Por tudo que vivemos aqui, e por tudo que podemos viver daqui pra frente!

COMENTÁRIOS ()