Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

Colunista



Brasileirão

Depois dos jogos da última segunda-feira o Atlético Mineiro está cada vez mais líder e perto do seu ambicionado título, depois de cinquenta anos. Está com 65 pontos e o Palmeiras, que é o vice-líder está com 55. Os demais quatro clubes que vem a seguir são Flamengo, que está patinando, Bragantino, Fortaleza e Corinthians. O Inter é o sétimo colocado com 44 pontos. Em situação muito mais delicada estão os outros dois gaúchos, o Juventude com 30 na 18ª colocação e o Grêmio com 26 pontos na 19ª colocação. A Chapecoense com apenas 15 pontos está rebaixada lamentavelmente.

Grêmio I

Quanto mais o certame se aproxima do fim, mais se agrava a situação do Grêmio. A equipe até melhorou de produção, mas as vitórias desejadas não estão acontecendo. Com o Vagner Mancini foram cinco jogos e quatro derrotas. No Grenal enfrentou o Inter de igual para igual na primeira etapa, cansou no final. Neste fim de semana os tricolores vão a Belo Horizonte jogar com o América, antiga equipe do Vagner Mancini.

Grêmio II

Na noite da última terça-feira o Grêmio conquistou um a importante vitória ante um Fluminense desorganizado, que aparentemente subestimou o tricolor gaúcho. O Grêmio foi sempre superior e merecia uma vitória mais folgada. Diego Souza foi o autor do único gol da partida. Foi uma vitória para dar esperanças para a torcida gremista.

Inter I

Depois de uma importantíssima vitória no Grenal, onde sempre foi superior, os colorados neste fim de semana vão recepcionar o sempre perigoso Athlético Paranaense no Beira Rio. Se o Inter pretender entrar no G4 tem que vencer mais este jogo.

Juventude I

Os caxienses ainda não deslancharam sob o comando do Jair Ventura. Neste fim de semana vão a Chapecó enfrentar a Chapecoense que empatou recentemente com o Flamengo em casa. Será um jogo muito difícil onde a vitória é muito importante para sair do Z4.

Juvenal I

O clássico Juvenal foi muito disputado. Na primeira etapa ambas equipes tiveram e desperdiçaram várias chances de gol. Por parte do Inter foi a trave que impediu o gol colorado e pelo Juventude foi o goleiro Marcelo Lomba que operou alguns milagres. Na fase final os caxienses foram melhores. Aos 19 minutos após uma falta, a bola foi alçada para a área colorada e Dawhan subiu mais alta e marcou de cabeça. A partir daí o Inter procurou atacar mais, porém numa escapada pela esquerda do Sorriso que cruzou para a área, Paulo Vitor precipitado chutou contra a sua meta. Aos 40 minutos. Dois minutos após depois de um cruzamento da esquerda Cadorini cabeceou para descontar para o Inter. No minuto final ocorreu um pênalti claro do goleiro Douglas no Rodrigo Dourado que o juiz nem o WAR não marcaram prejudicando assim o Inter. O Juventude foi melhor na fase final e mereceu a vitória. A atuação colorada deixou a desejar. Mercado, Palácios e Paulo Vitor, as mais recentes contratações estiveram em noite de muito pouca inspiração. Faltou meia cancha para o Inter.

Juvenal II

Esta edição do clássico Juvenal deixou o torcedor gremista numa situação inusitada. Se torcesse para o Juventude veria os caxienses se distanciarem ou torcer por uma vitória colorada, o que é impossível para a massa gremista...

COMENTÁRIOS ()