Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 |

Colunista


Política e Saúde


Darci Barth



Todos sabem que tenho muitas restrições à condução da Secretaria da Saúde em Alvorada. Mas não posso deixar de elogiar a organização da vacinação da COVID-19. A divulgação na mídia e redes sociais é boa, as equipes de vacinação são bem treinadas, muito prestativas e gentis, fazem questão de tirar fotos com os idosos, que ficam muito felizes. Elogios também à vacinação aos acamados crônicos e familiares nas residências e casas de saúde.

UM NOVO PERTO DO NORMAL

Pergunta de uma paciente: “Dr. Darci, depois que fizer a 2ª dose da vacina, dia 24 de abril, vou ter que usar máscara? Não posso viajar? A liberdade vai ser total?”. Afirmei pra ela que deveria continuar se cuidando da mesma forma. Retrucou ela: “você me enche de esperança, depois joga um balde de água fria”. Na realidade, após a pandemia certamente não vai haver um novo normal. Mas sim um novo perto do normal.

NENHUMA MORTE POR COVID EM LONDRES

Domingo, 28 de março de 2021. Londres não teve nenhuma morte por covid 19. Reflexo da vacinação em massa da população, mais da metade dos adultos vacinados com a 1ª dose. O único tratamento definitivo é a vacina, o resto é bobagem. VACINA.VACINA.VACINA.

FRASE DO MÊS

“Um grupo se perdeu na corrupção, o outro não sabe governar”. General Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro do atual governo , hoje opositor de Bolsonaro

CANDIDATOS A CARGOS ELETIVOS DE ALUGUEL

“Barriga de aluguel” é um termo polêmico, que se tornou popular nos anos 1990 com a novela Barriga de Aluguel. Consiste no processo em que uma mulher gera um bebê em seu útero para outra pessoa, em troca de retorno financeiro. Em outras palavras, é um aluguel do útero. Dá para fazer uma analogia grotesca com uma excrescência de nosso sistema eleitoral. Alguns partidos, dos muitos que temos, de modo a completar a nominata, lançam mão de candidatos sem nenhuma chance de se eleger. Os famosos laranjas. Só que ninguém faz nada de graça. Alguns são pagos em espécie, o que é deplorável. Outros obtém a promessa da concessão de cargos de confiança nas diversas administrações, ou permanecem com os cargos que já possuem. Tudo reflexo do nosso sistema político, cheio de furos, mesmo com a reforma capenga que se tentou fazer recentemente.

PROFESSORES E POLICIAIS X VACINAÇÃO

Somos favoráveis à prioridade na vacinação dos professores e trabalhadores da educação. A condição sine qua non seria a participação de todos nas aulas presenciais. Quem não aderir, nada de vacina. Da mesma forma, somos favoráveis à vacinação dos policiais que lidam diretamente com os presidiários ou foras da lei, nos presídios, delegacias e postos da BM.

COMENTÁRIOS ()