Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2022 |

Litro da gasolina comum chega a R$ 6,79 em postos de Alvorada

Reportagem do jornal A Semana percorreu todos os 18 postos de combustíveis do município

Por Redação em 14 de Janeiro de 2022

"Os valores expostos são os registrados nas placas internas de cada local." (Foto: Matheus Pfluck)


No início desta semana a Petrobras comunicou que os preços da gasolina e do diesel às distribuidoras seriam reajustados. Já na manhã desta quinta-feira, 13/01, a reportagem do Jornal A Semana visitou os 18 postos de combustíveis de Alvorada afim de saber os valores cobrados na bomba.

Pesquisa

Conforme o levantamento, o valor mais alto encontrado pelo litro da gasolina comum foi de R$ 6,799 num posto localizado no Bairro Aparecida enquanto que o da aditivada foi de R$ 7,049 no Porto Verde.

Já o de menor valor pela gasolina comum foi de R$ 6,489 no Bairro Americana e o litro da gasolina aditivada foi de R$ 6,559 no Bairro Água Viva. Os valores expostos abaixo são os registrados nas placas internas de cada local.

Consumidores

O motorista por aplicativo Adriano Batista da Silva, é mais um caso de um trabalhador que durante a pandemia do Covid-19 foi demitido e teve que trocar a profissão de metalúrgico para motorista de aplicativo.

Estando há oito meses transportando clientes ele afirma que busca por vários meios encontrar a gasolina com o menor valor possível. “A gente corre atrás de tudo o que facilita. Procura um posto mais barato porque trabalhando no dia a dia tem que buscar algo mais em conta. Pegando pelo aplicativo vai sair uns R$ 0,15 mais barato e já me ajuda”, explica Silva.

A reclamação pelo valor cobrado nas bombas não parte somente do motorista por aplicativo mas também da funcionária pública, Joeni Santana Guzinski. “Acho um absurdo porque a gasolina é um produto que faz parte do nosso dia a dia e nós não podemos pagar tão caro. Tem que ter uma política ou algo para regular isso”, reclama a servidora.

Ainda, ela lembra que esta diminuição que ocorre volta e meia não chega a refletir em seu bolso. “Essa diminuição que as vezes tem não é relevante e não chega a refletir. Tudo é fictício. Baixa alguns centavos e a situação segue caótica em todos os níveis da sociedade. É pão e circo”, desabafa Joeni.

Mudança nos preços

Segundo a Petrobras, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro, o que representa um aumento de 4,85%. Além disso, a estatal informou que o último ajuste nos preços foi realizado em dezembro do ano passado, quando a Petrobras promoveu uma redução no valor da gasolina de 3,13%. Foi a primeira queda desde 12 de junho.

COMENTÁRIOS ( )