Quarta-Feira, 23 de Junho de 2021 |

Prefeitura confirma erro na sinalização, mas não apresenta prazos para a correção

Devido a outras obras no município, o secretário Coutinho afirma que não há previsão para nova pintura

Por Redação em 11 de Junho de 2021

"O secretário Sergio Coutinho confirmou o problema, mas não apresentou prazo para a correção da pintura" (Foto: Arquivo A Semana)


Em abril, o Jornal A Semana foi até a entrada da cidade para compreender o trânsito da região. Isso porque havia reclamações de que a sinalização viária estaria com equívocos. Segundo relatos de motoristas, as novas pinturas confundiam os motoristas e poderiam causas acidentes na região. Na ocasião, o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), Sergio Coutinho, foi procurado e disse que iria averiguar a situação.

Histórico

Quando a Prefeitura anunciou as obras do FINISA, que contemplaram mais de 60 ruas, estava no cronograma o recapeamento de trecho da Avenida Presidente Getúlio Vargas. A empresa vencedora da licitação na época já realizou a manutenção da via e efetuou a nova pintura da sinalização viária. Esse trecho em questão é, no sentido de quem vem de Porto Alegre, na saída da Avenida Presidente Getúlio Vargas para a Frederico Dihl.

Contudo, por serem duas vias de grande trafegabilidade, são muitos os veículos que passam por ali. Isso acentua o trânsito e as mudanças feitas na pintura podem causar confusão nos motoristas. Isso porque, segundo relatos de motoristas que passam pelo local, a pintura feita com linhas pontilhadas confunde o semáforo e qual a preferencial entre as duas vias.

Segundo um motorista, que preferiu não se identificar, mas passa pelo local, essas mudanças tornaram o trecho perigoso. “Os homens fizeram uma demarcação que confunde o trânsito. Quem está do lado direito pode entender que é possível seguir direto. Sem falar que, para quem segue na Avenida, transforma três pistas em dois. Não se faz pontilhado em cruzamento”, enfatiza o alvoradense.

Para ele, existe o risco de que ali ocorram acidentes e seria necessário ocorrer uma mudança para simplificar o trânsito do local. “Já reclamei diversas vezes e nada foi feito. Tomara que ninguém se machuque e que façam algo antes de que algo pior ocorra. Ainda não vi nenhum acidente no local, mas está bem perigoso daquela maneira”, finaliza o motorista.

Respostas do Executivo

O Jornal A Semana entrou em contato com o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), Sergio Coutinho, que confirmou o problema. “Tem um erro na pintura sim. Não foi feito conforme o regramento do trânsito. Como esse trecho foi todo recapeado, toda a sinalização viária que existia tem de ser refeita pela empresa”, salienta o titular da pasta.

Contudo, segundo ele, não há previsão de quando a Prefeitura fará a correção, pois essa é uma obra terceirizada e não da administração. “Nós já solicitamos a SMOV para que eles cobrem da empresa que a sinalização viária seja refeita. A empresa foi intimada e disse que vai fazer, mas eles precisam contratar uma terceirizada para fazer toda a pintura que falta. Estamos aguardando a empresa”, finaliza Coutinho.

COMENTÁRIOS ( )