Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2022 |

Secretaria da Fazenda projeta arrecadar mais de R$ 25 milhões com o IPTU 2022

No último ano, foram arrecadados R$ 23.5 milhões com o imposto no município

Por Redação em 31 de Dezembro de 2021

"Em entrevista, Machado falou da importância de se pagar o IPTU em dia" (Foto: Guilherme Wunder)


Janeiro é o mês que sucede o 13º salário e também é conhecido pelo mês dos impostos. É IPTU, IPVA, Imposto de Renda, mensalidade de escolas e mais algumas contas que chegam à casa de todos. Porém um destes impostos é importante para o desenvolvimento do município e, graças aos descontos ofertados, vem ganhando adeptos que pagam em cota única.

O IPTU 2022 estava com três faixas de pagamento com desconto: 30% até dez de janeiro, 15% até 15 de fevereiro e 10% até 15 de março. Além disso, a administração municipal também ofertará descontos para quem fizer o pagamento parcelado. Nesse caso, deve haver um desconto de 5% em cima de cada parcela paga dentro dos prazos estipulados pela Prefeitura.

Projeções para 2022

Segundo o secretário da Fazenda (SMF), Marcelo Machado, houve um reajuste de 11% no valor do IPTU, mas a projeção era de que houvesse um aumento bem maior. Para evitar esse reajuste maior, foram concedidos descontos na SELIC e no IGPM. Por causa disso, muitos alvoradenses já estão quitando seus impostos. Até a última semana, mais de mil contribuintes já tinham pago em cota única.

A ideia da SMF é de que, com esses benefícios, seja possível incentivar a população a fazer o pagamento a vista. “Para nós isso está sendo positivo. Logo a população vai começar a receber os carnês em casa, mas ela já pode consulta-lo no site da Prefeitura. Já é possível pagar com boleto e também através do PIX. A gente quer oferecer os descontos e fortalecer a cobrança”, salienta Machado.

Meta é reduzir a inadimplência

O titular da pasta explica que a Prefeitura conseguiu renegociar as dívidas de grandes credores e com isso reduzir os inadimplentes. Se antes esse número estava próximo dos 80%, em 2021 houve uma redução para 48% e a meta é diminuir ainda mais esses índices neste ano. Para Machado, a expectativa é de chegar aos 40% e, com isso, aumentar a arrecadação do IPTU.

Em 2021, com a redução da inadimplência, o município conseguiu arrecadar R$ 23.5 milhões com o IPTU. Para este ano, a expectativa é de ultrapassar os R$ 25 milhões com os valores arrecadados. Além disso, também existe o REFIS, que está válido e em dia até meados de fevereiro. Nesse modelo de renegociação existem descontos para optar pelo pagamento a vista ou parcelado.

Importância do imposto em dia

O secretário enfatiza ainda a importância de se pagar os impostos do município. “É mais saúde, mais educação e mais investimentos em obras de infraestrutura no município. Todos esses investimentos vêm dos impostos e isso nos dá um ambiente melhor para viver. A gente tem certeza de que tivemos mais investimentos devido à redução na inadimplência”, finaliza Machado.

COMENTÁRIOS ( )