Segunda-Feira, 02 de Agosto de 2021 |

Ayrton do Bandolim morre aos 85 anos após complicações de um AVC

Artista foi pauta do Jornal A Semana e teve sua trajetória na música contada em fevereiro de 2019

Por Redação em 02 de Julho de 2021

"Há pouco mais de dois anos o artista foi pauta do Jornal A Semana e recebeu a reportagem em sua casa" (Foto: Arquivo A Semana)


Faleceu no domingo, 27/06, o músico alvoradense Ayrton do Bandolim. O artista tinha 85 anos e sofreu um AVC no final de semana. O sepultamento ocorreu na segunda-feira, 28/06. Ayrton era viúvo e deixa sete filhos, 27 netos, 18 bisnetos e uma trineta. Em fevereiro de 2019, o músico foi pauta do Jornal A Semana e teve sua trajetória contada pela reportagem do veículo.

História de Ayrton do Bandolim

Sargento aposentado, Ayrton Fagundes da Silva nasceu em Porto Alegre, mas se mudou para Alvorada em 1991. Contudo, sua fama é maior como músico, que foi sua grande paixão. Foi através dela que pode tocar ao lado de Roberto Carlos, fazer uma turnê com Cauby Peixoto e dar aulas para Humberto Gessinger. O alvoradense também se apresentou em locais como o Theatro São Pedro, Ginásio da Brigada e Araújo Vianna.

Segundo ele, o sonho de viver da música veio desde sua infância, quando ganhou um cavaquinho e começou a tocar. Ayrton se recorda que seu pai adorava o ver se apresentando e, desde aquela época, já havia começado a tocar em teatros e circos da capital. Depois disso que o músico pegou a guitarra, onde fez parte de duas bandas e venceu um prêmio como melhor solista de Porto Alegre.

Além de morar no município, o músico também construiu uma relação muito importante com o ex-prefeito Léo Barcelos (in memoriam). “O Léo sempre fazia saraus na casa dele aqui e na praia. Sempre mandava alguém me buscar para a gente tocar e cantar juntos. Eu o conheci através de um amigo em comum. Acabamos ficando muito amigos. Ele gostava muito de música e cantava muito bem”, relembra Ayrton.

COMENTÁRIOS ( )