Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

Estação Cidadania Cultura tem PPCI aprovado e aguarda liberação da Caixa para um novo processo licitatório

Não existe previsão de quando a nova licitação será publicada e as obras retomadas

Por Redação em 29 de Outubro de 2021

"O espaço fica localizado no Bairro Sumaré e aguarda as obras serem finalizadas" (Foto: Arquivo A Semana)


Uma das obras que mais se arrasta na cidade ao longo dos anos é a Estação Cidadania Cultura – ou CEU das Artes. O projeto teve suas obras iniciadas em 2013 e, desde então, sofre com imbróglios relacionados ao elevador, aprovação de PPCI e abandono da empresa responsável pela obra. Isso sem falar dos casos de vandalismo que já foram registrados no local ao longo dos últimos oito anos.

Respostas do Executivo

Em dezembro do ano passado, a reportagem do Jornal A Semana esteve no local e pode ver que a obra. Na oportunidade foi informado que o projeto estava aguardando a liberação do Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI) e os processos licitatórios para a compra do elevador e contratação de nova empresa para concluir as obras remanescentes.

Contudo, agora o cenário é diferente. Isso porque, segundo o coordenador-geral do espaço, Ricardo Ramos, há três semanas o Corpo de Bombeiros aprovou o PPCI do prédio. “A equipe de engenharia da Prefeitura está concluindo as últimas alterações solicitadas por eles. Com o PPCI aprovado essa informação segue pra Caixa, financiadora do projeto, que deve liberar em seguida a licitação”, salienta o gestor.

A licitação em questão é para a contratação de uma nova empresa para concluir a obra. Contudo, ainda não existem previsões para quando a Caixa vai aprovar o projeto e a Prefeitura lançar a nova licitação. A única informação divulgada sobre prazos é de que, a partir da assinatura da ordem de início, a nova empresa responsável terá seis meses para concluir as obras.

Segundo o coordenador-geral, 90% das obras estavam concluídas, mas o prédio sofreu com a depredação de vândalos. “Portanto faltam refazer a parte depredada e os 10% que são basicamente acabamentos e a colocação do elevador. Desde que a prefeitura obteve a posse, realiza o monitoramento e guarda do prédio, fazendo corte de grama e recolhendo lixo no entorno”, conclui Ramos.

Histórico

Em outubro de 2013, a Prefeitura deu ordem de início das obras. A previsão inicial é que o espaço fosse inaugurado em agosto de 2014. Contudo, oito anos se passaram desde que a obra foi iniciada e, até o momento, não houve inauguração. O CEU das Artes – que teve seu nome alterado para Estação Cidadania Cultura – contará com diversas atividades relacionadas a educação e a cultura.

Entre os benefícios do equipamento estão uma pista de skate, equipamentos de ginástica, salas de aula, de oficinas e de computadores, além de um laboratório de multimídia, de uma biblioteca e de um cineteatro/auditório com 48 lugares. O projeto também prevê um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), que irá realizar o atendimento à comunidade.

O projeto foi inserido no programa Avançar, do Governo Federal, enquanto Michel Temer (MDB) era presidente da República. Nesse período, foram repassados mais de R$ 100 mil para o empreendimento. Segundo o site do projeto – hoje fora do ar –, a obra deveria ter sido concluída e entregue em agosto de 2019, mas isso não se confirmou. Lá diz que ainda falta cerca de 15% da obra ser concluída.

COMENTÁRIOS ( )