Quinta-Feira, 19 de Maio de 2022 |

Filmes d’A Semana

Crítica de Tick, Tick…Boom!

Por Redação em 14 de Janeiro de 2022

"Filmes d’A Semana" (Foto: Divulgação)


Oficialmente ninguém sabe quem são os indicados para o Oscar deste ano – a lista oficial deve sair nos próximos dias –, mas já existem algumas previsões ou filmes que a crítica dá como certos entre as indicações. Hoje vamos trazer a crítica de um destes longas-metragens. Estou falando de ‘Tick, Tick... Boom!’, que é cotado para estar em mais de uma categoria deste ano.

Em ‘Tick, Tick…Boom!’, Jon é um jovem compositor que trabalha como garçom em Nova York, enquanto sonha em escrever um grande musical americano que vai ao levar ao estrelato. Quando sua colega de quarto aceita um emprego corporativo e está prestes a se mudar, próximo ao seu aniversário de 30 anos, Jon é tomado pela ansiedade de que seu sonho é irreal e não vale a pena continuar lutando.

Antes de mais nada eu preciso deixar registrado de que se trata de um musical e sei que muitos não gostam deste gênero. Contudo, devido ao caráter biográfico e a importância que esta obra tem, pode ser importante assistir ao longa-metragem – ou ao menos interessante. Isso porque, neste caso, a maioria das cenas cantadas faz sentido para a trama e mostra o processo de composição do artista.

Eu preciso deixar registrado que não sou o maior fã de musicais e não conhecia a história que seria contada. Não sabia nada sobre o filme na verdade e assisti pelo burburinho positivo que se levantou. Posso dizer com tranquilidade que não me arrependo de ter assistido ao longa-metragem. Uma obra muito bem construída e que conta a história de um dos maiores musicais já produzidos.

Contudo, não é só sobre isso. É também sobre afirmação e o sonho de conquistar sucesso na vida. Eu mesmo já me peguei refletindo sobre os dilemas do protagonista. Ele está chegando aos 30 – ontem eu fiz 27 – e todos se pegam pensando em quando as coisas começarão a dar certo – financeiramente e profissionalmente – e certamente o filme lhe ajuda a refletir sobre os tempos de cada um.

Certamente o filme merece mais de uma indicação para a estatueta. Acredito que o longa-metragem estará indicado nas categorias de melhor filme e melhor ator – para Andrew Garfield, que faz muito bem o protagonista. Além disso, a indicação de diretor para Lin-Manuel Miranda faz muito sentido. Isso pelo seu trabalho como diretor, mas também por ser sua estreia e tratar de um musical – algo que é sua especialidade.

O filme é original Netflix e uma das apostas dos estúdios para as premiações. Isso é bom porque coloca mais uma vez a gigante do streaming nos holofotes e deixa o longa-metragem acessível para todos que quiserem assistir – acredito que a Netflix ainda seja a plataforma mais popular do Brasil. Então aproveitem esse momento e deem início a maratona de premiações. Certamente ‘Tick, Tick... Boom!’ estará presente.

Estreias da semana

Pânico 5: Uma nova parte da franquia que mostrará uma mulher voltando para sua cidade e tentando descobrir quem está cometendo crimes cruéis, vinte e cinco anos depois que uma série de assassinatos brutais chocou a pacata cidade de Woodsboro, Califórnia. Agora um novo assassino veste a máscara do Ghostface e começa a mirar em um grupo de adolescentes para ressuscitar segredos do passado mortal da cidade.

Juntos e Enrolados: Após dois anos de união civil e muita economia financeira, Júlio e Daiana finalmente alcançam o sonho de realizar a festa de casamento e finalmente se casarem na igreja. Tudo parece estar indo bem, até que o noivo recebe uma mensagem em seu celular antes da cerimônia começar. Uma confusão generalizada acontece, o casamento foi cancelado, mas a festa precisa continuar.

COMENTÁRIOS ( )