Quinta-Feira, 26 de Maio de 2022 |

Filmes d'A Semana

Crítica de Elis

Por Redação em 29 de Abril de 2022

"Filmes d'A Semana" (Foto: Divulgação)


Nesta semana não foi possível ir ao cinema, mas isso não impede a vinda de uma boa dica de cinema para os nossos leitores. No mês de maio chega ao serviço de streaming da Netflix – mas já está disponível no Globoplay e no Telecine – o filme ‘Elis’, que adapta para os cinemas a história da cantora gaúcha que ganhou o Brasil nos anos 70 e até hoje segue no imaginário popular.

Cantora desde a infância, Elis Regina entra na vida adulta deixando o Rio Grande do Sul para espalhar seu talento pelo Brasil. Em rápida ascensão, ela logo conquista uma legião de fãs, entre eles o famoso Ronaldo Bôscoli, com quem acaba se casando. Estrela de TV, polêmica, intensa e briguenta, a “Pimentinha” não tarda a ser reconhecida como a maior voz do Brasil, em carreira marcada por altos e baixos.

Uma das cantoras mais reconhecidas no Brasil e, com certeza, merecedora de uma cinebiografia, Elis Regina teve sua história contada nas telonas em 2016. Para quem não conhece, a artista (interpretada por Andreia Horta) viveu no período da ditadura e passou por problemas por causa de seu temperamento explosivo e por não ter papas na língua. Além disso, também é considerada como uma das precursoras da MPB.

Só por causa disso, já sabemos que o que não faltava era história para contar sobre a cantora gaúcha. Entretanto, com essa escolha, perdemos o início dela em Porto Alegre. Além disso, fica complicado compreender os pulos temporais. Existem passagens que ficam mal explicadas ou pouco desenvolvidas. Não que isso prejudique a experiência, mas acaba atrapalhando o desenrolar da trama.

Agora, talvez a melhor coisa do filme, tem de ser comentada: Andreia Horta. Que trabalho magnífico fez a atriz em dar a vida para Elis Regina. O envolvimento da atriz com a personagem é único e que a preparação e dedicação vistas no cinema era algo que realmente havia acontecido. A atriz consegue dar vida e interpretar com maestria a cantora gaúcha.

O filme foi vencedor do prêmio de Júri Popular no Festival de Gramado e teve Andreia como vencedora do Kikito de Melhor Atriz, estreou nos cinemas em 2016, mas merece a atenção do público brasileiro até os dias de hoje. A história de vida de Elis Regina merece ser prestigiada e o trabalho realizado pelo diretor, roteiristas e elenco é digno da trajetória da cantora gaúcha.

Estreias da semana

Downton Abbey II – Uma Nova Era: Um dia, a Condessa Viúva chama seu filho e sua neta para contar um segredo: ela herdou uma villa na França. Ao ser questionada, ela diz que foi um estranho que perguntou e ela não hesitou em ter a propriedade. Mas sem saber o porquê que alguém queria dar o terreno para a Viúva e em saber aonde exatamente o local fica, a família Crawley decide ir para o sul da França e desvendar o mistério.

A Criança do Diabo: Cherry Holly, uma jovem enfermeira com uma carreira brilhante pela frente é contratada pela família Hallewell para cuidar de um idoso na casa. Mas assombrada pelo passado, Cherry é forçada a confrontar sua verdadeira identidade e terá que tomar uma decisão que a colocará em rota de colisão com o destino, do qual ela nunca retornará.

COMENTÁRIOS ( )