Quinta-Feira, 19 de Maio de 2022 |

Ginásio Djalma Neves está com obras em andamento e expectativa é de poder entregá-lo nos próximos meses

Atraso teve relação com o reajuste no contrato entre a empreiteira e a Caixa Econômica Federal

Por Redação em 06 de Maio de 2022

"Atualmente, o Ginásio Djalma Neves está fechado devido as obras de modernização" (Foto: Guilherme Wunder)


Em julho do ano passado teve início às obras do Ginásio Djalma Neves, no Bairro Americana. São R$ 368 mil – entre emenda parlamentar e contrapartida da Secretaria de Educação (SMED) – para promover a modernização do espaço. Na placa é possível ver a data de término: 23 de dezembro. Contudo, quando se passa em frente ao local, é possível averiguar que a obra não foi entregue.

Com este recurso estava prevista a rampa de acessibilidade, os banheiros e a revitalização do portão de acesso da quadra. Contudo, a rampa ficará para outra obra – de responsabilidade do município – devido à falta de recursos. A obra também contempla o fechamento das laterais do ginásio, colocadas janelas e grades, além de instalação de iluminação e calefação.

A reportagem do Jornal A Semana foi até o local na tarde de quarta-feira, 04/05. Ao chegar no Ginásio foi possível ver que a rampa não está concluída, existem goteiras no telhado, os vidros laterais e grades não foram colocadas. A equipe trabalhava na elétrica durante o dia. Do contrato, o que aparenta estar concluído são os banheiros e o fechamento das laterais.

O parecer de quem utiliza o espaço

Com o atraso da obra, as atividades promovidas no Ginásio estão suspensas. Um dos usuários do espaço é o professor de taekwondo, Diego Antunes. “Quero voltar com as aulas e os projetos. São quase três anos sem a modalidade devido a pandemia e as obras. É um grande ginásio que está parado e promover as ações ali é ajudar a tirar as crianças e jovens das ruas”, explica o alvoradense.

Respostas do Executivo

Em entrevista, a servidora da assessoria jurídica da SMED, Jaqueline Bölter, explicou que a obra não parou por causa da Prefeitura. “O prazo expirou. A obra deu uma pequena parada devido um problema interno da empresa e isso já foi reajustado no contrato. Agora a obra já está andando de novo e a nossa previsão é de que, se tudo der certo, ela seja concluída em dois meses”, pondera Jaqueline.

Ela também foi questionada sobre o futuro do Ginásio e se mais moradores poderão usar o espaço durante a semana – além das ações da SMED. “Acredito que sim. Aquele espaço previa isso. Antes a gente tinha problemas com a vizinhança devido ao barulho. Agora que ele está sendo fechado, a nossa ideia é poder abri-lo para a comunidade”, encerra a servidora.

A obra que foi anunciada em 2017

Essa é uma obra que o Jornal A Semana acompanha desde novembro de 2017, quando a Câmara de Vereadores aprovou os investimentos no local. Isso após a indicação de Feltes para que o município aderisse ao programa ‘Esporte e Grandes Eventos Esportivos’, que visa reformar e modernizar ginásios pelo país. Desde então, a Secretaria de Educação (SMED) trabalhava para dar início às obras.

O primeiro empecilho encontrado foi noticiado um ano depois pelo Jornal A Semana. Tratava-se de questões burocráticas envolvendo a documentação da área onde o Ginásio está construído. Na época, o diretor Luís Antônio Marques informou que, por ser uma área doada, o terreno não estava registrado no nome da Prefeitura. Com isso, o município precisou trabalhar junto ao registro de imóveis para solucionar a pendência.

Já em novembro de 2019 foi noticiado que a SMED já tinha regularizado a área e elaborado o projeto, que estava com a Caixa Econômica Federal para análise e liberação. A financiadora solicitou algumas alterações no projeto - a rampa de acessibilidade ficaria por conta da Prefeitura e o edital foi lançado ainda no primeiro semestre. Com isso, em abril, a PERT Engenharia assinou com a Prefeitura para fazer a obra.

Em agosto de 2020, a Caixa solicitou o reajuste das planilhas da empresa vencedora. As complementações foram enviadas no dia 16 de novembro e aguardavam a análise do Governo Federal e a liberação dos recursos para a obra, que tem previsão de 120 dias após o início. Contudo, foi somente em julho de 2021 que as obras realmente tiveram o seu início e estão em andamento.

Serviço

Atualmente, o Ginásio Djalma Neves está fechado devido as obras de modernização. Contudo, assim que os serviços forem retomados, diversas atividades no programa “Educa Esporte” voltarão a ser ofertadas. Entre elas estão: alongamento, yoga, ritmos, zumba, futsal, vôlei, caminhada orientada, fortalecimento muscular, treinamento funcional, crossfit infantil, defesa pessoal feminina, taekwondo, entre outros.

COMENTÁRIOS ( )