Sbado, 23 de Outubro de 2021 |

Lançamento do livro ‘A Cor da Voz’ mobiliza formação para a cultura negra

Além da distribuição dos livros também haverá debates sobre a obra

Por Redação em 17 de Setembro de 2021

"Atividade de lançamento foi realizada na plenária da Câmara de Vereadores" (Foto: Alisson Batista)


Na quarta-feira, 15/09, ocorreu o lançamento do livro ‘A Cor da Voz – Volume I’, parte do projeto homônimo produzido pelos alvoradenses Tainã Rosa e Wellington Lisboa Cardoso. Respeitando os protocolos de segurança contra a covid-19, entre máscaras e álcool-gel, o evento foi sediado na Câmara de Vereadores e contou com a parceria da Procuradoria da Mulher e da Secretaria de Educação (SMED).

A cerimônia de abertura foi embalada por um pocket-show do músico Matheu Corrêa. Depois da apresentação, a professora Tainã Rosa falou sobre representatividade e negritude, assim como o trabalho com a Lei 10.639/03, sobre a obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana nas escolas, de possível efetivação através da formação de professores embasada no livro lançado.

O projeto se constitui pela transcrição dos oito episódios das duas primeiras temporadas do podcast ‘A Cor da Voz’ transformadas em livro para acesso e pesquisa. O podcast fundamenta-se em referenciais teóricos para discutir as relações étnico-raciais na raça negra e, segundo a autora, objetiva subverter o genocídio físico e cultural negro por meio da ampliação do imaginário social sobre essas identidades.

Cada uma das 31 escolas municipais recebeu 15 exemplares do livro a serem lotados nas bibliotecas das instituições, e os três centros de atendimento da cidade receberam cinco livros cada, totalizando 480 cópias distribuídas. Na próxima semana, nos dias 21 e 22/09, às 20h, em continuação à formação para a cultura negra, serão realizadas duas lives abertas ao público em geral referentes aos capítulos 1 a 4 e 5 a 8, respectivamente.

Essas lives serão realizadas no canal do YouTube Tainã Rosa Inventadeira. A ideia é que esse espaço seja destinado para debates e questionamentos dos professores e demais interessados na obra. Assim será possível aprofundar os temas abordados no livro. Cabe ressaltar que o projeto está sendo financiado através do edital Criação e Formação Diversidade das Culturas, oriundo da Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020.

COMENTÁRIOS ( )