Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021 |

Novos decretos do Estado e da Prefeitura autorizam a retomada das aulas presenciais

Contudo, a secretária Neuza Machado confirmou que a rede municipal seguirá com as atividades remotas

Por Redação em 30 de Abril de 2021

"Em pronunciamento, Neuza Machado afirmou que as escolas municipais não devem retomar as atividades presenciais" (Foto: Reprodução)


Nessa semana, o Governo do Estado e a Prefeitura publicaram novos decretos adaptando a bandeira vermelha do mapa de distanciamento controlado. Em contato com a comunicação da SEDUC no fechamento da edição, foi confirmado o retorno das atividades presenciais na segunda-feira, 03/05. A expectativa é de que até o dia 13 de maio, às aulas de todas as séries já tenham retornado no modelo híbrido.

Já a rede privada foi autorizada pela Prefeitura e, tanto as escolas particulares quanto as instituições conveniadas ou não a administração municipal, podem retomar as atividades presenciais. Algumas instituições inclusive já retornaram na quinta-feira, 29/04. Enquanto isso, a rede municipal de ensino seguirá sem aulas presenciais. Quem confirmou a informação foi a secretária de Educação (SMED), Neuza Machado.

Pais com opiniões divididas

O Jornal A Semana conversou com quem tem opiniões diferentes sobre as aulas. Stefani Ferreira é mãe e pretende enviar sua filha. “Está difícil a educação em casa. Ela não faz as coisas com empolgação e tem que ficar toda hora chamando a atenção para prestar atenção na aula. Então, se voltar, a gente vai mandar e fazer um teste para ver como vai se sair. Se ela vai respeitar o uso da máscara e o distanciamento”, relata a mãe.

Já Ademar Pinto ainda não tomou a decisão de como vai proceder com a sua filha. “Nós estamos pensando ainda. É facultativo e as crianças não sabem se cuidar. Eles estarão junto com os coleguinhas e podem trazer o vírus para as aulas e, consequentemente, para casa. Ainda não decidimos o que vamos fazer e estamos pensando bastante sobre isso”, confessa o alvoradense

Contudo, tem também quem já tomou a decisão de não enviar o seu filho para as aulas presenciais. “Acredito que não seria um bom momento porque as crianças ainda não tomaram a vacina porque elas não sabem se cuidar devidamente. E por exemplo meu filho. Ele tem asma. Ele já tem aulas on-line. Onde ele faz as atividades. Não acho que agora é o momento”, finaliza Amanda Leão.

Rede estadual

A publicação das mudanças no modelo de Distanciamento Controlado e a adoção da bandeira vermelha no Estado, possibilita a retomada do ensino presencial em todos os níveis e modalidades. Até o fechamento desta edição (quinta-feira, 29/04, às 19h50), a Secretaria da Educação (SEDUC) informou que as aulas serão no modelo híbrido: os estudantes terão aulas presenciais nas escolas e realizarão atividades remotamente.

A carga horária diária para o Ensino Fundamental deverá ser composta por três horas presenciais e uma hora remota. No Ensino Médio, a carga horária diária deverá ser de três horas presenciais e duas horas remotas. As equipes diretivas estão autorizadas a receber seus professores e servidores para o encaminhamento de todas as ações voltadas ao retorno dos estudantes, seguindo os protocolos sanitários adotados.

As escolas estão enviando o termo de responsabilidade para os responsáveis sobre o retorno às aulas. No documento foi informado que as salas serão higienizadas, as aulas serão no modelo híbrido, será obrigatório o uso de máscara durante a aula e nas dependências da escola, o horário não será integral, não haverá recreio, as aulas de educação física serão restritas, os bebedouros permanecerão desligados, o lanche não deverá ser dividido e alunos com sintomas gripais não devem comparecer.

Rede municipal

No início do ano, a secretária de Educação (SMED), Neuza Machado, se pronunciou dizendo que as aulas presenciais na rede municipal de ensino só voltariam após as vacinações dos professores. Ainda não existe data anunciada para quando isso deve ocorrer, mas devido aos anúncios do Estado, a titular da pasta se pronunciou sobre um possível retorno.

Em pronunciamento divulgado nas suas redes sociais, ela afirmou que as escolas municipais não devem retomar as atividades presenciais. “Não. Nós não voltaremos as aulas por enquanto. Não existe nenhuma fala minha ou de alguma autoridade que estamos voltando. Existe a previsão de um decreto para as entidades parceiras ou escolas privadas, mas não para as escolas municipais”, explica Neuza.

Com isso, após o pronunciamento, foi divulgado o decreto municipal que autoriza a retomada das atividades presenciais nas escolas particulares, conveniadas ou não com o município. Isso se deu após o decreto estadual que permitiu a aplicação das medidas sanitárias referentes à bandeira vermelha no mapa de Distanciamento Controlado do Governo do Estado.

Rede privada

Com a autorização, a rede privada já começou a retomar as atividades. As escolas Adventista e Êxito já tiveram atividades de educação infantil na quinta-feira, 29/04. Os retornos das próximas turmas devem ser anunciados nos próximos dias. A Escola Salvador Jesus Cristo deve retornar na segunda-feira, 03/04. Já a Escola São Marcos ainda não se pronunciou a respeito do retorno das atividades.

COMENTÁRIOS ( )