Sexta-Feira, 24 de Setembro de 2021 |

Alvorada Futsal se pronuncia sobre eliminação da Série Prata após imbróglio com a FGFS

Segundo o presidente Vinade, acordos firmados entre o clube e a entidade não foram cumpridos pela Federação

Por Redação em 03 de Setembro de 2021

"Passa pela recuperação do treinador Maninho uma possível retomada do projeto em 2022" (Foto: Arquivo A Semana)


Na última semana foi noticiado que o Alvorada Futsal estava eliminado da Série Prata. Contudo, ao invés dessa decisão ter sido pelas partidas, foi por uma determinação da Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS). Em entrevista, o presidente do clube, José Leandro Vinade, se pronunciou após reuniões com a entidade sobre a decisão tomada e o impacto disso para o clube.

Segundo ele, houve um acordo firmado entre a FGFS e a diretoria do clube, mas a federação não cumpriu sua parte. “Vocês terão o patrocínio da Dalponte, que vai repassar 40 bolas para vocês treinarem, e dois fardamentos da Dresch para a disputa da Série Prata. A gente só teria de pagar a taxa de inscrição e o nosso prazo era para quitar esse valor até outubro”, salienta o presidente.

Para o alvoradense, a decisão de eliminar a equipe de forma precoce na competição ocorreu por pressão de outros clubes. “O pessoal do interior começou a berrar. A gente não pagou a inscrição e o registro dos jogadores, mas isso estava acordado com a Federação. Nós iriamos quitar as nossas dívidas até o final do campeonato. Isso foi dito na reunião em que firmamos o acordo para a disputa da Série Prata”, relata Vinade.

Cabe ressaltar que, além dos valores que o clube teve de gastar com as bolas e com os fardamentos, ainda houve outros gastos com o transporte para Taquara e Caxias do Sul e as arbitragens – pagas pelo mandante. Isso sem contar com os valores gastos no tratamento do treinador Maninho, que esteve hospitalizado nas vésperas da estreia da competição estadual.

Além disso, passa pelo estado de saúde do treinador uma possível retomada para o próximo ano. “O Maninho é um grande incentivador do futsal no município. Ele vive para isso e nós jogamos o campeonato mesmo com ele hospitalizado por um pedido do próprio Maninho. A nossa ideia é retornar em 2022, mas somente se ele se recuperar e poder estar conosco no projeto”, finaliza Vinade.

COMENTÁRIOS ( )