Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021 |

Lutador alvoradense vence Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu nos Emirados Árabes

Renato Werlang conquistou a medalha de ouro na categoria máster peso leve

Por Redação em 16 de Abril de 2021

"Na última semana aconteceu o World Pro Abu Dhabi Jiu-Jitsu, nos Emirados Árabes, onde Werlang foi campeão mundial" (Foto: Divulgação)


Na última semana aconteceu o World Pro Abu Dhabi Jiu-Jitsu, nos Emirados Árabes. A competição, que foi adiada três vezes devido a pandemia do coronavírus, contou com a participação de um alvoradense. Trata-se do lutador Renato Werlang, 42 anos, que disputou o mundial na categoria máster peso leve (até 77 quilos) e voltou para Alvorada com a medalha de ouro.

Nas suas redes sociais, ele falou sobre a sua expectativa para disputar essa competição. “Mais um em meio essa loucura mundial, um campeonato que foi transferido já três vezes, agora chegou a hora. Estamos nos Emirados Árabes com um protocolo rigorosíssimo de saúde para Covid-19. Vários exames de PCR e confinados num hotel, mas vamos lá daqui uns dias fazendo uma das coisas que mais gosto”, falou o lutador.

Após nove anos competindo profissionalmente, o lutador venceu o Mundial e falou sobre como é conquistar esse título. “Sentimento de êxtase muito singular é difícil de descrever, quando se chega ao ponto mais alto daquilo que se faz, dá uma sensação de dever cumprindo, ou que estou no caminho certo, que valeu a pena abdicar de muitas coisas para chegar neste momento”, explica Werlang.

Segundo ele, essa conquista traz muito também para a modalidade. Isso porque a medalha de ouro coloca o jiu-jitsu gaúcho dentro do cenário nacional e mundial, melhorando a situação do esporte. O lutador retornou ao país essa semana e agora já começa os preparativos para os próximos torneios. No dia 01º de maio o lutador estará em Gramado e, em junho, irá para Brusque disputar o continental.

Contudo, mesmo com esse alcance e os títulos, Werlang explica que ainda existem empecilhos para poder participar de competições em uma modalidade não tão popular. “Maiores dificuldades e ter condições financeiras para poder se preparar e competir, neste campeonato tive o patrocínio do Governo do Estado com recursos provenientes do Pró-Esporte”, justifica o alvoradense.

Hoje o lutador trabalha em Alvorada e conta ter muita vontade de realizar algum projeto social para a modalidade dentro do município. além disso, em 2019, o lutador foi homenageado pela Câmara de Vereadores. “Muito importante, sempre que o poder legislativo reconhece uma pessoa no caso o esporte ajuda muito principalmente junto a patrocinadores da credibilidade”, finaliza Werlang.

COMENTÁRIOS ( )