Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2022 |

Manu Borba é campeã da Liga de Desenvolvimento Sub-14 com o Internacional

No elenco do clube gaúcho está a volante alvoradense Manu Borba

Por Redação em 24 de Dezembro de 2021

"A atleta fez parte do time colorado campeão nos últimos dias" (Foto: Divulgação)


As Gurias Coloradas venceram o Centro Olímpico na última semana e se sagraram campeãs da Liga de Desenvolvimento na categoria Sub-14. Durante o campeonato foram cinco jogos, cinco vitórias, 16 gols feitos e nenhum sofrido. Além disso, na semifinal a equipe eliminada foi o Grêmio – clássico Gre-Nal – pelo placar mínimo que garantiu a vaga na final.

Contudo, o que muitos não sabem é que um dos destaques do time, a volante Manu Borba, autora de um gol contra a Chapecoense, é de Alvorada. Aos 14 anos, a moradora do Passo do Feijó foi titular durante a competição – algo que emociona a família. “É muita emoção e custa a cair a ficha. A gente cria os filhos como bebês e quando vejo ela em campo noto que não é mais uma criança”, relata o pai, Everton da Silveira.

Segundo ele, ver sua filha se destacando no clube é algo que segue lhe impactando e é um sentimento que Silveira deseja para os outros pais. “O sentimento de ver ela jogando é o melhor que um pai pode ter por uma filha. A gente sabe que ainda é a base e que tem muito chão para percorrer, mas ela está no caminho certo. Eu queria que todos os pais passassem pelo que estou passando”, finaliza o alvoradense.

Esse misto de orgulho com emoção e orgulho não é exclusivo de Silveira. A mãe da jovem, Sílvia Borba, também afirma estar feliz com as conquistas da filha. “Me senti muito emocionada e orgulhosa pois ver minha filha realizando o sonho dela que era jogar no time do coração dela é bom demais, ela é uma menina muito dedicada, esforçada é responsável”, conta a moradora do Passo do Feijó.

Para a volante colorada, ter conquistado o campeonato é importante para as projeções que a jovem tem para o seu futuro. “Um dos melhores sentimentos da minha vida, estou muito feliz com meu primeiro título com a camisa colorada de muitos que estão por vir. Me sinto muito feliz e honrada por fazer parte deste título tão importante para o clube e para nós”, afirma Manu.

Ela conta que hoje tem a oportunidade de atuar no futebol feminino, mas nem sempre foi assim. Quando mais nova, o esporte era um hobby e ela sempre jogava com os meninos, pois era a oportunidade que tinha. Foi somente no Inter que teve espaço para jogar com as mulheres. Isso ocorreu após os incentivos de um amigo da família, que sempre lhe apoio em fazer um teste profissional.

Segundo ela, Marcinho Almeida foi a pessoa que sempre acreditou no seu potencial para que ela iniciasse. Com isso ela pode ter espaço numa modalidade que ainda está em desenvolvimento. “O futebol feminino nunca foi tão reconhecido. Mas os anos estão passando e sim tá começando a crescer bastante isso me motiva muito. Hoje eu vejo que o futebol feminino está com bastante procura e está crescendo”, finaliza Manu.

Manu começou sua carreira em uma escolinha de futebol. Isso aos seis anos. Depois disso passou pelo Ki Bola, GFSul e Torino Bol. Com 12 anos fez sua primeira peneira no Inter, mas acabou não passando. Retornou ao clube em agosto deste ano, onde foi aprovada. Com o título conquistado, o clube agora tem a vaga garantida para disputar a Libertadores, que acontece no Paraguai.

COMENTÁRIOS ( )