Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

Presidente Celso Rovani avalia a temporada da Rabelo após eliminação na semifinal da Ouro

Clube disputou a primeira divisão do estadual de futsal e a Copa RS neste ano

Por Redação em 12 de Novembro de 2021

"O presidente Celso Rovani falou do desempenho do time e do impacto da pandemia no trabalho" (Foto: Arquivo A Semana)


No sábado, 30/10, chegou ao fim a temporada 2022 da Rabelo Futsal. Neste ano foram disputados 16 jogos entre a Série Ouro e a Copa RS e a equipe alvoradense teve sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Na Série Ouro passou em terceiro lugar e nas quartas de final, mas caiu na semifinal para o Paulista de Pelotas. Já na Copa RS acabou passando na fase de grupos e caindo nas quartas de final contra a BGF de Bento Gonçalves.

Os times que eliminaram a Rabelo acabaram fazendo um bom ano. A BGF está na final da Série Ouro e da Copa RS – onde aguarda o outro finalista. Já o Paulista também está na decisão do campeonato estadual e optou por não disputar a Copa RS. Nessa semana, o presidente do clube, Celso Rovani, concedeu entrevista para falar sobre o time nesta temporada.

Jornal A Semana – Qual a avaliação que tu fazes dessa temporada da Rabelo?
Celso Rovani – Foi feito um bom trabalho. Nós começamos desacreditados e sem muitas condições de investir. Um atleta mais experiente foi mantido para ajudar e, no meu entender, deu resultado. Nós pecamos pela falta de experiência, mas os atletas novatos deram conta do recado. Foi uma boa apresentação e uma ótima temporada.

Jornal A Semana – Essa foi a melhor campanha do clube na Série Ouro e na Copa RS. O que foi feito de diferente?
Celso Rovani – Como os atletas eram novos e não tinham muita experiência, com certeza fizemos uma boa campanha. Tivemos times mais experientes e que não nos entregou os mesmos resultados que esses jovens. Por isso considero nossa melhor campanha.

Jornal A Semana – Dessa vez o time foi formado por atletas jovens e um treinador iniciante? Olhando para trás, teria feito alguma mudança?
Celso Rovani – Se eu olhasse para trás, a única coisa que eu faria de diferente era melhorar a marcação. Foi nisso que pecamos e, se isso tivesse sido corrigido, nós estaríamos na final e seríamos campeões. Foi uma nova experiência e um grande trabalho, mas acho que pecamos nisso e temos de corrigir.

Jornal A Semana – Qual foi o impacto da pandemia na temporada (treinamentos, locais, patrocinadores, planejamento)?
Celso Rovani – O impacto da pandemia foi nos treinamentos. A gente tinha de treinar em dois dias em quadras diferentes. Isso nos prejudicou bastante. Se tivéssemos três dias no mesmo local, conseguiríamos melhorar esse aspecto da marcação que eu acho que pecamos. Isso sem falar nos patrocínios, que diminuíram bastante.

Jornal A Semana – O time pretende disputar a Série Ouro e Copa RS de 2022? E existem outras competições no vislumbre do clube?
Celso Rovani – Esse ano foi muito cansativo. O trabalho feito em duas quadras, com pouca verba e quase sem ajuda. Contudo, essa gurizada me motivou novamente e vamos nos manter nas competições da Série Ouro e Copa RS. Pretendo desenvolver outras ações para que o clube cresça e a gente possa vislumbrar voos maiores.

Jornal A Semana – Já se começou a pensar em 2022? O treinador e o elenco devem ser mantidos para o próximo ano?
Celso Rovani – Já começamos a pensar em 2022. Queremos prestigiar a maioria dos jogadores que estiveram com a gente nesse ano. Já sobre o treinador nós ainda não definimos nada. Estamos conversando e vendo como vai ser, mas já planejando 2022.

COMENTÁRIOS ( )