Sexta-Feira, 03 de Dezembro de 2021 |

‘SOS Vida – Contra a Depressão, o Suicídio e a Automutilação’ realiza ação de conscientização do setembro amarelo

Atividade promovida após criação de lei do vereador Rodrigo Mendes ocorreu na Praça João Goulart

Por Redação em 01 de Outubro de 2021

"As atividades promovidas em uma parceria com o vereador Rodrigo Mendes ocorreram na Praça João Goulart" (Foto: Divulgação)


Com a presença de mais de 800 pessoas, o ‘SOS Vida – Contra a Depressão, o Suicídio e a Automutilação’ promoveu no sábado, 25/09, uma ação na Praça João Goulart. A iniciativa integra o setembro amarelo e visa conscientizar a prevenção e o combate ao suicídio e a automutilação. O gabinete do vereador Rodrigo Mendes (Republicanos) fez parte da organização do evento.

O bispo Guaracy Santos, responsável pela Igreja Universal no Rio Grande do Sul, e que comandou a atividade na praça João Goulart, ressaltou que mais de 12 mil pessoas cometem suicídio por ano no Brasil como consequência da depressão. Também participaram outras lideranças religiosas e políticas, como o presidente Cristiano Schumacher (PTB) e os vereadores Rodrigo Mendes e Oliane dos Santos (Cidadania).

Em entrevista, Rodrigo Mendes falou sobre a realização do evento e a quantidade de pessoas que participaram da atividade de sábado. “Nós confeccionamos 800 camisas e tinham pessoas que vieram sem a camisa. Então acredito que tinham entre 800 e mil pessoas no evento. Isso respeitando todos os protocolos da pandemia da Covid-19”, explica Mendes.

Projeto de lei de Rodrigo Mendes

Em agosto foi aprovado o projeto de lei do vereador Rodrigo Mendes que institui a campanha setembro amarelo, além do dia e da semana de prevenção, conscientização e combate a automutilação. A ideia é usar esse período para promover campanhas sobre a prevenção e combate a automutilação, com o objetivo de alertar a população a respeito da realidade da automutilação e suas formas de prevenção.

A ideia é poder, com isso, evitar novos casos de suicídio no município. “Esse projeto favorece as entidades religiosas que fazem trabalhos voltados para a conscientização da depressão, suicídio e automutilação. O evento foi promovido para ajudar as pessoas que desejam o suicídio e se automutilam. Eu sou um exemplo, pois fui ajudado por um projeto desses”, pondera o político.

Setembro amarelo

Desde 2015, o Brasil instituiu setembro como o mês da prevenção e do combate ao suicídio. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio por ano. Só no Brasil foram registrados 13.467 casos, a grande maioria entre homens. Os números da publicação apontam que a taxa global de suicídio foi de 10,5 por 100 mil habitantes.

Contudo, em Alvorada a ideia é realizar ações durante o ano inteiro para ampliar o alcance do projeto. “Estamos criando força para começar um trabalho mais intenso. A nossa ideia é ir atrás de recursos para atividades como essas. Precisamos chegar em todas as pessoas que estão com esse pensamento suicida. Queremos salvar mais alvoradenses e para isso precisamos ampliar o nosso alcance”, finaliza Mendes.

COMENTÁRIOS ( )