Domingo, 26 de Setembro de 2021 |

Comunidade alvoradense se organiza e promove distribuição de marmitas para moradores em situação de rua

Pequenos grupos de moradores se ajudam para poder fazer e distribuir alimentos neste inverno rigoroso

Por Redação em 06 de Agosto de 2021

"As ações visam amenizar o frio e a fome dos moradores em situação de rua durante o inverno" (Foto: Divulgação)


As últimas semanas vem sendo de um intenso inverno no Rio Grande do Sul. Na serra foi registrado neve e Alvorada teve sensações térmicas negativas nas últimas semanas. Com isso, quem mais sofre são os moradores em situação de rua. Alguns foram para abrigos da Prefeitura, mas muitos acabaram permanecendo em locais como a Praça João Goulart ou embaixo de marquises dos comércios da cidade.

Pensando nisso, pequenos grupos sociais e de amigos estão se organizando para poder ajudar essa população com a distribuição de marmitas durante a noite. Entre essas organizações estão a Liga Solidária, formada por seis amigos que estão distribuindo marmitas semanalmente; e o S.C. Saideira, grupo de jogadores de futsal que promoveram um sopão em frente ao palco da Praça João Goulart.

Liga Solidária

A Liga Solidária é um coletivo formado por seis pessoas – Elisiane, Everton, Robson, Dieniffer, Maicon e Simone – que distribui entre 35 e 50 marmitas todas as semanas para indivíduos em situação de rua do município. A ação acontece semanalmente e os alimentos são adquiridos pelos próprios membros do coletivo e por doações de simpatizantes da causa.

Segundo Elisiane Alves, 31 anos, todo o trabalho é feito com apoio de amigos e com recursos próprios. Ela conta que, geralmente, eles saem de carro pela Avenida Presidente Getúlio Vargas e passam pelo palco da Praça João Goulart. Esses são os locais onde eles encontram as pessoas e acabam fazendo a entrega dos alimentos. No início era uma vez por mês e hoje acontece semanalmente.

Ela conta que os amigos sempre quiseram promover algo para ajudar o próximo e, enquanto faziam kits de doces para doar no dia das crianças, tiveram essa ideia. “Nossa ideia no início era apenas uma vez no mês, mas decidimos em compartilhar para os amigos mais próximos e deu certo. Então todos ajudaram e foi aí que decidimos fazer uma vez por semana”, relata a alvoradense.

Para ela, ações como essa são gratificantes e podem incentivar mais pessoas a ajudarem o próximo e saciar a fome de todos. “É gratificante quando a gente chega para fazer as entregas olhar o sorriso no rosto de cada um e os olhos brilhando. Acho que estamos fazendo a nossa parte dentro na nossa comunidade e fazendo com que outras pessoas também tenham atitudes como essa, ajudando os menos favorecidos”, conclui Elisiane.

S.C. Saideira

Outro grupo de amigos que se reuniu para ajudar os moradores em situação de rua foi o elenco do S.C. Saideira. O time de futsal é formado por amigos veteranos que se reúnem para a prática esportiva e para projetos sociais. Eles realizam doações de alimentos e de roupas frequentemente. Na última semana, por causa do frio intenso, optaram por ampliar as ações.

Segundo Cleomar Camargo, que é o responsável pelo time, a ideia foi poder ajudar quem estava sofrendo nas ruas pelo frio. “Nós temos um grupo de veteranos no futsal e sempre que podemos a gente está ajudando com roupas e alimentos. Nós arrumamos dinheiro e alimentos para fazer duas panelas de sopão para aquecer as pessoas que moram ali no entorno da Praça João Goulart”, salienta o alvoradense.

Para ele, a ideia é reunir os amigos da bola para ações sociais sempre que possível e poder alcançar cada vez mais pessoas. “Sopão foi a primeira vez. Mais de 100 marmitas com a ajuda de integrantes do grupo e amigos. A importância é em ajudar o próximo que está em situação de rua ainda mais com este frio. Já fizemos outras ações ajudando com roupas e alimentos e vamos continuar ajudando”, finaliza Camargo.

COMENTÁRIOS ( )