Quinta-Feira, 19 de Maio de 2022 |

Pouco mais da metade dos contribuintes já declararam o Imposto de Renda

O prazo final para a regularização é o dia 31 de maio

Por Redação em 13 de Maio de 2022

"O Imposto de Renda deve ser declarado até o final do mês de maio" (Foto: Divulgação)


Mais de 30 mil alvoradenses precisam estar atentos aos prazos do Imposto de Renda de 2022. Isso porque 31.900 moradores do município precisam fazer suas declarações até o dia 31 de maio, quando se encerra o prazo da Receita Federal – inicialmente esse prazo era o final de abril, mas houve uma prorrogação. Contudo, destes números, nem todos estão com a declaração em aberto.

Isso porque até sexta-feira, 06/05, 17.441 contribuintes (54,67%) já haviam se regularizado sobre o imposto. Segundo Roséli Krenz, da RKS Contabilidade, é importante que os alvoradenses que ainda estão com a sua declaração em aberto reúnam toda a documentação necessária e procurem um profissional de sua confiança o quanto antes – para evitar empecilhos futuros.

Entre esses documentos necessários estão os informes de rendimentos, despesas e informações completas de dependentes e bens. Isso auxiliará no processo de declaração do imposto. “Quando se deixa para última hora se corre vários riscos de não conseguir entregar devido a demanda do prazo. Pode haver inúmeras situações que possam impossibilitar a entrega”, justifica a contadora.

Além disso, ela explica os problemas que podem surgir caso a declaração não aconteça. “A Receita Federal poderá notificar e exigir a entrega tendo vários efeitos negativos para o bolso, como multa por falta de entrega mais multa em cima do valor declarado, caso não entregue. Se for obrigado, o CPF poderá ficar pendente de regularização e trancar para vários fins”, finaliza Roseli.

Aplicação em entidades

Os contribuintes obrigados a declarar o imposto, e que optam pelo modelo de deduções legais, têm a possibilidade de destinar até 6% devido para fundos da região. Não se trata de uma doação e sim, de dizer como e onde os recursos serão utilizados. Ao escolher um fundo (Idoso ou da Criança e Adolescente), o recurso vem para o local escolhido e pode ser utilizado por entidades sociais da região, mediante a apresentação de projetos.

Em 2021, em torno de 3% dessa possibilidade foi aproveitada pela população local (R$70,963,71). Contudo, esse número poderia ter chego há R$ 2.1 milhões. Dentre os fatores que impedem o aproveitamento do benefício, destaca-se o desconhecimento da população e o receio de cair em malha fina – por mais que não seja um motivo, visto que é o próprio programa quem informa o valor que pode ser destinado.

COMENTÁRIOS ( )