Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

Polícia Civil indicia por lesão corporal seguida de morte

Na tarde de quarta-feira, 20/10, a Polícia Civil indiciou as...

Por Redação em 22 de Outubro de 2021


Na tarde de quarta-feira, 20/10, a Polícia Civil indiciou as duas pessoas que estavam envolvidas na morte de Wagner Lovato. O mesmo sofreu as agressões frente ao Shopping de Carnes, localizado no centro da cidade no final do sábado, dia 02/10 vindo a óbito no domingo, 03/10. Na quarta-feira, 20, o inquérito policial foi enviado à Justiça e conforme o ordenamento jurídico, a condenação pode varias de 4 a 12 anos de prisão.

Em uma coletiva à imprensa, a Diretora do Departamento Estadual de homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Delegada Vanessa Pitrez, o laudo de necropsia do Instituto Geral de Perícias (IGP), constatou que Wagner Lovato morreu após bater com a cabeça no chão, sendo ainda ferido com dois socos. Conforme a Diretora, “a batida ocasionou um traumatismo craniano”.

O delegado Edimar Machado de Souza, titular da DPHPP da cidade, relatou que o inquérito se baseou também nas análises de imagens das câmeras de vídeo monitoramento além do depoimento de outras 13 pessoas. Edimar enfatizou também, conforme levantamentos, de que não haviam atritos anteriores entre as partes envolvidas e que a discussão teve início quando o agredido comentou sobre o valor de um dos produtos.

Os dois agressores não possuem antecedentes e permanecem presos preventivamente.

COMENTÁRIOS ( )