Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 |

Assembleia promove audiência para cobrar investimentos da Equatorial

Encontro contou com a presença dos gestores da empresa e lideranças do município

Por Redação em 20 de Maio de 2022

"O assessor de Relacionamento Institucional da Equatorial, Giovani Francisco da Silva, apresentou os dados da empresa" (Foto: Guilherme Wunder)


A Comissão de Segurança, Serviços Públicos e Modernização da Assembleia Legislativa promoveu na noite de segunda-feira, 16/05, uma audiência pública para tratar do fornecimento de energia elétrica da CEEE Equatorial em Alvorada. O evento ocorreu na Câmara de Vereadores e foi presidido pela deputada estadual Stela Farias (PT), que recebeu representantes do grupo Equatorial e do Judiciário.

Representando a Equatorial estava o assessor de Relacionamento Institucional, Giovani Francisco da Silva; acompanhado de outros dois funcionários da empresa. Durante sua explanação, foram apresentados dados e índices dos trabalhos desenvolvidos pelo grupo no município, como podas de árvores, investimentos na energia e a redução das ocorrências de falta de energia.

Entre suas falar, o representante da CEEE Equatorial disse que o grupo não tem relação com o processo de venda da estatal. “Nós não falamos em privatização porque não temos nada com isso. Havia uma empresa a venda e nós compramos, assim como inúmeras outras empresas poderiam comprar. Nós fomos na bolsa de valores e compramos uma empresa que estava a venda”, justifica Silva.

Ao fim da audiência, foi formada uma comissão popular de acompanhamento dos serviços da CEEE Equatorial, a assistência de todos os casos pelo Ministério Público e o compromisso da empresa de melhorar o atendimento e a garantia de que tem condições de responder pelas necessidades da população.

Para a deputada, o encontro cumpriu o seu objetivo de escutar a população sobre suas demandas. “Essa audiência tinha o caráter de fazer a escuta de toda a cidade e aqui nós tivemos praticamente toda a cidade representada sobre suas aflições, preocupações e angustias vividas. Já se vivia um processo de precarização da CEEE, mas nessa troca nós vivemos situações jamais vividas”, finaliza Stela.

Além dos representantes da Equatorial, também participaram da audiência a vereadora Giovana Thiago (PT), o vereador Leandro Tur (PT), o promotor de Justiça de Alvorada, João Claudio Pizzato Sidou; e a secretária da União de Associações de Moradores (Uama), Ana Lucia da Costa.

COMENTÁRIOS ( )