Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021 |

Câmara cria Comissão Especial em Defesa do Transporte Coletivo

Resolução foi apresentada pelo presidente Cristiano Schumacher

Por Redação em 23 de Abril de 2021

"O presidente Cristiano Schumacher apresentou o projeto que trata da Travessa Florêncio Ygartua e a resolução sobre o transporte coletivo" (Foto: William Schumacher)


Na terça-feira, 20/04, a Câmara de Vereadores aprovou, por unanimidade, o projeto de resolução que cria a Comissão Especial em Defesa do Transporte Coletivo Municipal. A comissão será constituída pela mesa diretora e por parlamentares ligados ao setor. O objetivo é debater melhorias no serviço e buscar soluções para que o transporte seja ofertado com mais qualidade para a população.

Projetos aprovados

Quatro projetos desenvolvidos por vereadores estavam na pauta. Todos eles foram votados e aprovados por unanimidade do Legislativo. Um deles, de autoria do vereador Cristiano Schumacher (PTB), altera o gabarito da Travessa Florêncio Ygartua, no Bairro Americana. Agora ela consta no sistema com 12 metros e não existe a possibilidade de alargamento futuro.

Já Daniel Bordim (DEM) aprovou o projeto que dá prazo de 60 dias para a Secretaria de Meio Ambiente (SMAM) entregar o laudo de poda de árvores. “A Prefeitura não tinha prazo para deliberar uma poda de árvore. O cidadão que quisesse, tinha que esperar sem prazo. Esse prazo é muito bom e foi debatido entre os vereadores e agora a SMAM tem um limite para apresentar o ofício da poda”, salienta o democrata.

Outro projeto apresentado foi do vereador Rodrigo Mendes (Republicanos), que reconhece a prática de atividade física ministrada por profissionais como essenciais em Alvorada. “Esse projeto não apenas reconhece, mas ratifica a atividade física como um serviço essencial para a saúde e bem-estar da nossa população. Isso tudo respeitando as normas sanitárias que os poderes constituídos colocarem””, explica o político.

Já o vereador Preto (MDB) apresentou o projeto que cria o programa Farmácia Solidária no âmbito municipal. “O intuito desse projeto surgiu porque, no decorrer da minha atividade parlamentar, a gente vê as dificuldades das pessoas em conseguir medicamentos para os seus tratamentos. Estamos colocando essa possibilidade a disposição de quem mais necessita”, finaliza o emedebista.

Projetos do Executivo

A Câmara aprovou a abertura de crédito especial no valor de R$ 166 mil para pagamentos de notas fiscais da Belka Alimentos, Central Metropolitana, JK Muck e Líder Pan. Também foi apresentado, em regime de urgência, o projeto de lei que trata da composição do Conselho Municipal de Controle Social (CONFUNDEB), mas não houve acordo de bancadas para a votação.

COMENTÁRIOS ( )