Quarta-Feira, 23 de Junho de 2021 |

Câmara de Vereadores aprova projeto que altera o nome da Escola Hilário Feijó para Aida Santos

Projeto visa homenagear servidora pública e líder comunitária que foi vítima da Covid-19

Por Redação em 28 de Maio de 2021

"Projeto foi apresentado pela vereadora Giovana Thiago (PT) e aprovado por unanimidade da Casa" (Foto: Guilherme Wunder)


Na primeira sessão realizada em novo horário – 16h15 – a Câmara de Vereadores votou sete projetos que foram apreciados na ordem do dia. Entre eles estava o de Nº 060/2021, de autoria da vereadora Giovana Thiago (PT). A proposta visa trocar de nome a Escola Hilário Feijó para Escola Aida Santos, em homenagem a servidora pública e líder comunitária do Bairro Nova Americana e que foi vítima da pandemia do coronavírus.

Aida Santos trabalhou por mais de 35 anos como professora da rede municipal de ensino. Entre as escolas que passou estavam a Escola Antônio de Godoy e a Escola Hilário Feijó. Nessas instituições, além de lecionar, a alvoradense ocupou espaços na diretoria e na supervisão. Antes de falecer, estava trabalhando na gestão e supervisão do Galpão da Nova Americana.

Na sessão estavam presentes os filhos e netos de Aida. Em sua fala, Giovana se emocionou ao relembrar da homenageada. “Quem conhece a nossa história sabe que a Aida é uma das mulheres mais importantes da minha formação pessoal e na minha carreira política. Foi minha colega no magistério e na nossa formatura ela foi escolhida para ser oradora, mas ela me indicou”, relembra a petista.

A vereadora explicou a importância desta homenagem. “É uma perda irreparável para o município de Alvorada. Ela deixa um legado de muito trabalho, de referência e de muita luta pela população alvoradense. Nos últimos anos ela trabalhou pelo Bairro Nova Americana e eu tenho certeza que ela morreria por aquela comunidade. Por isso fiz essa proposta de homenagem”, finaliza Giovana.

Demais projetos

Estavam na pauta outros seis projetos de lei e todos foram aprovados pela Câmara. O primeiro, de autoria do Executivo, trata da representação do conselho escolar. Também relacionado a educação está o projeto do vereador Rodrigo Mendes (Republicanos), que institui o programa de sustentabilidade ambiental na rede municipal de ensino. Ambos os projetos foram aprovados.

Outros dois projetos tinham relação com a saúde e foram aprovados. O primeiro, de Rodrigo Schim (PL), dispõe do atendimento prioritário a pacientes em tratamento oncológico em estabelecimentos públicos e privados. Já a proposta de Cristiano Schumacher (PTB) dispõe sobre a aplicação das sobras de vacinas da Covid-19 em profissionais da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SMTASC).

Além dos projetos de lei, também foram apresentadas e aprovadas duas indicações. A primeira, da vereadora Oliane Santos (Cidadania), trata da criação do Fundo Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal (FUMBEP). Já Giovana indicou o programa kit-prevenção e higienização de distribuição de álcool-gel, material de higiene pessoal e itens de proteção para famílias carentes.

COMENTÁRIOS ( )