Quinta-Feira, 27 de Janeiro de 2022 |

Câmara de Vereadores promove homenagem ao Esporte Clube 14 de Julho

Projeto foi apresentado pelo vereador Guinho Leal e aprovado por todos os parlamentares

Por Redação em 26 de Novembro de 2021

"Um dos dirigentes do 14 de Julho, Rubens da Fonseca, utilizou a tribuna para agradecer pela homenagem" (Foto: Guilherme Wunder)


A Câmara de Vereadores realizou na noite de terça-feira, 23/11, a entrega do título de honra ao mérito para o Esporte Clube 14 de Julho pela sua trajetória dentro do município. O projeto foi apresentado pelo vereador Guinho Leal (PT) e aprovado por todos os parlamentares. A entrega de uma placa alusiva ao título ocorreu durante a sessão desta semana.

Na tribuna, o vereador proponente da homenagem relembrou da história do time, fundado em oito de setembro de 1978, no Bairro São Pedro. Segundo ele, na década de 70, um grupo de amigos que havia vindo de Santa Maria para Alvorada, propôs fundar um clube de futebol. O nome escolhido é uma homenagem ao 14 de Julho, de Santa Maria, aonde alguns dos atletas atuaram no passado.

Enquanto falava, o político pediu para que os torcedores e membros da diretoria viessem até o plenário para serem reconhecidos pelo público. “Nos dias atuais o clube vem se destacando não apenas pelo seu desempenho no esporte amador, aonde vem ganhando os últimos títulos. Contudo, a equipe tem projetos sociais no Bairro Tijuca para ajudar a comunidade e envolver as crianças da região”, salienta Guinho.

Após a entrega da placa alusiva ao reconhecimento, o dirigente Rubens da Fonseca utilizou a tribuna para agradecer pela honraria. “Para nós é uma satisfação receber essa homenagem proposta pelo Guinho. A emoção é grande pelo trabalho que a gente faz. Estamos sempre correndo atrás e, mesmo sem condições financeiras, estamos fazendo a nossa parte dentro do município”, finaliza o alvoradense.

Demais projetos

Durante a sessão também foram aprovados oito projetos de lei – todos eles de autoria do Legislativo. O primeiro deles foi apresentado por Alexandre Espeto (PSD) e trata de uma alteração na legislação que trata da agricultura urbana, prática de horticultura, espaços para hortas comunitárias. Para isso, foram alterados alguns dispositivos da Lei Nº 3.500/2001.

Já o vereador Rodrigo Mendes (Republicanos) instituiu no calendário de eventos o Dia do Obreiro Evangélico. Outra Lei alterada foi a de Nº 2.210/2010, que trata do nome da Travessa Etelvino Vigãnico da Silva. A iniciativa foi de Elias Fernandes (PSB). A professora Nadir Machado (PTB) apresentou a proposta que inclui o conteúdo sobre a cultura tradicionalista nas aulas da rede municipal.

O vereador Rodrigo Schim (PL) apresentou proposta que regulamenta a atividade de reciclagem no município. Já Preto (MDB) trouxe o projeto que cria o programa 'Adote uma parada de ônibus'. O vereador Daniel Bordim (DEM) instituiu o programa 'Minha Empresa Amiga'. Oliane Santos (Cidadania) autorizou a criação do Cadastro de Cuidadores e Protetores de Animais.

COMENTÁRIOS ( )