Domingo, 26 de Setembro de 2021 |

Câmara de Vereadores realiza a entrega da primeira edição do título de Cidadão Ambiental

O projeto foi apresentado nesta legislatura pelo vereador Rodrigo Schim

Por Redação em 03 de Setembro de 2021

"O proponente do projeto, Rodrigo Schim, homenageou a Escola Salvador Jesus Cristo, que foi representada por Clarisse Binsfeld" (Foto: Guilherme Wunder)


A Câmara de Vereadores realizou na noite de terça-feira, 31/08, a entrega dos primeiros títulos de Cidadão Ambiental do município. O projeto, criado neste ano pelo vereador Rodrigo Schim (PL), visa homenagear os alvoradenses que tem um trabalho voltado para as práticas ambientais dentro do município. Cada vereador pôde indicar um cidadão para ser homenageado na sessão.

Os homenageados pela Câmara foram: Estela Azolin, Marcelo Chardosim, Margareta Soares, Elomar Feijó, Paulo Odilon Preissler, Ildefonso Milcharek, Nilo Carlesso, Sygecom Informática, Escola Salvador Jesus Cristo e Josué Aguiar. Os vereadores Elias Fernandes (PSB), Zézo (PDT), Cristiano Oliveira (PP), Leandro Tur (PT), Júlio Bala (MDB), Beto Goleiro (PL) e Daniel Bordim (DEM) não indicaram alvoradenses para o ato.

O vereador proponente da lei falou sobre sua escolhida para receber a homenagem. “A minha homenageada é a Clarisse, que representa a Escola Salvador Jesus Cristo. Eles foram o primeiro adotante no programa Cidade Florida. A grande dificuldade de iniciar um projeto é saber quem vai te apoiar. A gente sabe das dificuldades e dos custos, mas prontamente a escola comprou a nossa ideia”, relata o político.

Segundo ele, ver a cidade após o trabalho iniciado enquanto secretário de Meio Ambiente (SMAM) é algo que lhe orgulha. “Está ficando bonita a nossa Alvorada. Eu sempre digo que Gramado e Canela precisam começar a ser preocupar conosco. Em breve nós vamos trazer muitas pessoas pois seremos referência da urbanização ecológica em todo o país. O primeiro passo está sendo dado agora”, conclui Schim.

Regime de urgência

Chegaram na pauta da Câmara dois projetos em regime de urgência. Ambos tiveram acordos, foram votados e aprovados. O primeiro deles trata da carga horária do farmacêutico bioquímico, que será reduzida de 40 para 30 horas semanais. Já o segundo trata da contratação emergencial e temporária de dez operários para a Secretaria de Obras e Viação (SMOV).

Projetos da pauta

Outros cinco projetos estavam na pauta desta sessão – de autoria do Executivo. Todos eles foram votados e aprovados. Dois deles tratavam da abertura de crédito especial. O primeiro tratava de R$ 18 mil para o Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino (FNDE) e o segundo foi de R$ 12 mil para ressarcimento das despesas de pessoal oriundo de permuta funcional.

Também foi votado o projeto que define a metodologia de cálculo para a correção de Unidade Padrão de Referência (UPR) para 2022, a concessão do desconto para pagamento do IPTU e ISS fixo para o próximo ano e a e a lei que prorroga os concursos públicos. O projeto do IPTU apresentou resistências dos vereadores Celmir Martello (DEM) e Cristiano Oliveira (PP), mas foi aprovado.

COMENTÁRIOS ( )