Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2022 |

Câmara de Vereadores recebe superintendente Branquinho

Convocação foi solicitada pelo vereador Cristiano Oliveira há duas sessões

Por Redação em 17 de Dezembro de 2021

"A convocação do Branquinho foi para prestar esclarecimentos de sua Superintendência" (Foto: Guilherme Wunder)


Na pauta da sessão desta semana estava apenas o orçamento para o próximo ano, que seria votado em segundo turno e com as emendas. Contudo, antes disso, o superintendente da Secretaria de Obras e Viação (SMOV), Branquinho Borges, esteve na plenária da Câmara para prestar esclarecimentos sobre os serviços prestados no município. Isso ocorreu após uma convocação do vereador Cristiano Oliveira (PP).

Debate sobre os serviços

O primeiro vereador a falar foi o próprio Cristiano Oliveira, que mostrou sua insatisfação ao afirmar que conta com reivindicações não atendidas pela pasta. “Esse pedido que chega na SMOV não pode ser interpretado como de algum vereador, mas eles são pedidos da comunidade e isso tem de ser executado. Ele comenta ser só o superintendente, mas ele está ali para executar os serviços”, afirma o progressista.

Segundo ele, existem diversas demandas em aberto, enquanto outras ações são realizadas. “Eu passei a semana passada inteira visitando os pedidos de providência que fiz nesse ano. Tenho pedido de 14 de janeiro que até hoje não foi executado. Estamos em dezembro. É complicado. As coisas precisam andar e a população não vai aceitar essas desculpas”, finaliza Oliveira.

Além de Oliveira, os vereadores Celmir Martello (DEM), Marquinhos (MDB), Leandro Tur (PT), Nadir Machado (PTB), Cristiano Schumacher (PTB) e Giovana Thiago (PT) se pronunciaram na tribuna. Além da demora na realização das ações, também houve questionamentos sobre o serviço de limpeza de boca de lobo e a falta de materiais para a realização dos trabalhos.

Em sua fala, Branquinho afirmou que a administração não deixa de fazer nenhum pedido, mas que existem demandas e falta de material para fazer mais. “As dificuldades são imensas, mas estamos trabalhando na medida do possível. Eu entendo que muitos podem pensar que só faço a minha demanda, mas eu não tenho isso. Eu executo todas as demandas que chegam em mim”, salienta.

Segundo ele, a principal falta que se tem é das pedras e que isso faz com que os problemas crônicos nas calçadas e na rede de esgoto não sejam solucionados. “Nós não temos tampa e nem canos. Por isso existem muitas bocas de lobo com problema. Por isso nós estamos mediando os problemas e fazendo trabalhos paliativos para não deixar a população desassistida”, conclui Branquinho.

Orçamento aprovado

Após a participação do superintendente Branquinho, a Câmara colocou em votação pelo segundo turno o projeto de lei que trata do orçamento para o próximo ano. O projeto foi aprovado – com o conjunto de emendas apresentados na última semana – de forma unânime. Apenas Elias Fernandes (PSB) não estava presente na sessão. Uma extraordinária foi convocada para sexta-feira, 17/12,mas a pauta não foi divulgada.

COMENTÁRIOS ( )