Sexta-Feira, 26 de Novembro de 2021 |

Câmara faz sessão alusiva ao Dia da Mulher com homenagens e projetos relacionados a causa

Estavam na pauta reivindicações das mulheres alvoradenses para mais segurança

Por Redação em 30 de Abril de 2021

"Entre as homenageadas e na composição da mesa estava Letícia Coelho, que é viúva do ex-vereador Juliano Nascimento" (Foto: Guilherme Wunder)


A Câmara de Vereadores realizou na terça-feira, 27/04, a sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, evento que havia sido adiado em razão do agravamento da pandemia na cidade. A cerimônia, conduzida pelas vereadoras Giovana Thiago (PT), Nadir Machado (PTB) e Oliane Santos (Cidadania); foi realizada com os parlamentares, homenageadas e assessoria, respeitando os protocolos de distanciamento da Covid-19.

Além da homenagem, também houve projetos apresentados e que tratavam das lutas das mulheres. Foi criada a Patrulha Municipal Maria da Penha, que atuará no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher no município de Alvorada. A coordenação do novo serviço será de responsabilidade da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), através da Guarda Municipal.

O patrulhamento visa garantir a fiscalização no cumprimento das medidas protetivas de urgência, da Lei Maria da Penha atuando na prevenção, monitoramento e acompanhamento de mulheres vítimas de violência doméstica, integrando ações, estabelecendo relação direta com a comunidade para assegurar o atendimento das mulheres vítimas desse tipo de violência aqui na nossa cidade.

Todas as equipes da Guarda deverão ser capacitadas para o atendimento humanizado e inclusivo, com o objetivo de colaborar com a execução, o acompanhamento de medidas protetivas e ações necessárias para inserir a vítima na rede de apoio, visando romper o ciclo de violência. Para isso, o Executivo poderá realizar palestras, seminários e estudos que tenham como meta disseminar informações sobre a proteção das mulheres.

Mulheres homenageadas

Foram homenageadas pela Câmara as seguintes mulheres: Letícia Coelho Piasson, Leonor da Silva Elíbio, Denise Silva de Lima, Genair Cruz, Luciane Cristina Pereira, Lorena Teresa Ferreira, Miriam Mainard, Adriana da Silva, Zulma Soarez, Lucia Velasque, Sandra Maria Silveira, Cléia Predebon, Cintia Piva, Lucimara Amador, Patrícia Bazzoti, Cleonir da Silva e Maria de Lurdes.

Um dos momentos mais emocionantes da sessão foi a fala de Letícia Coelho, que é viúva do ex-vereador Juliano Nascimento, vítima da Covid-19. “É uma honra e uma emoção muito grande estar aqui essa noite. Fico feliz por terem lembrado de mim e de toda a trajetória do Juliano na cidade. No que depender de mim, vou continuar buscando pelo melhor da educação, que era o carro forte do Juliano”, afirma a alvoradense.

A vereadora Nadir Machado (PTB), que é autora da lei, também falou a respeito da importância dessa homenagem para as mulheres. “Na verdade, a gente precisa trabalhar para inverter esse número de mulheres na política e termos apenas quatro homens aqui. as mulheres precisam ocupar mais espaços na política e precisamos olhar mais o nosso espaço em todas as esferas”, salienta a petebista.

Procuradoria da Mulher

Também foi instaurada a Procuradoria da Mulher, que foi aprovada em sessão. Com isso, também foram nomeadas Nadir Machado como a procuradora e Giovana Thiago (PT) como procuradora-adjunta. A Procuradoria da Mulher terá um espaço que deve ser inaugurado nos próximos dias e visa atender as mulheres do município que precisarem de auxílio.

COMENTÁRIOS ( )