Quinta-Feira, 26 de Maio de 2022 |

Comissão do Transporte Metropolitano compartilha cases de Porto Alegre e do Espírito Santo

O secretário Sergio Coutinho acompanhou a atividade representando o município

Por Redação em 06 de Maio de 2022

"“Quem ganha com essas iniciativas, acima de tudo, é o cidadão”, afirma a presidente do Colegiado, deputada Patrícia Alba" (Foto: Divulgação)


Seguindo o cronograma de trabalhos, a Comissão Especial do Transporte Público Metropolitano da Assembleia Legislativa recebeu, na última semana, mais dois convidados especialistas de Mobilidade Urbana. São eles: o secretário de Porto Alegre, Adão de Castro, e o membro do Conselho Executivo do Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória, Murilo Soares de Andrade.

As reuniões do colegiado são coordenadas pela sua presidente, a deputada estadual Patrícia Alba (MDB), e têm o objetivo de construir soluções para a crise do transporte coletivo no âmbito intermunicipal. Nesta edição, o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), Sergio Coutinho, acompanhou a reunião representando o município no debate do transporte.

Primeiro a palestrar, Murilo compartilhou o case da Grande Vitória, no Espírito Santo, onde cerca de 1/3 da tarifa é subsidiada pelo governo local. Ele ainda detalhou o conjunto de ações do poder público para atenuar os prejuízos à prestação do serviço durante a pandemia, que incluem o fornecimento de óleo diesel. A região metropolitana capixaba concentra 47,4% da população do Estado.

Já o secretário Adão apresentou o programa de reestruturação do transporte coletivo da Capital, com ações de qualificação, sustentabilidade e eficiência para curto, médio e longo prazo. “A retomada, antecedida por dois anos ruins em função da pandemia, nos motivou a pensar em uma alternativa viável que tivesse como principal objetivo o atendimento ao usuário”, salienta o político.

Já a deputada falou sobre a importância que os debates desta comissão está tendo. “Temos agregado experiências de todos os cantos do país para demonstrar ao governo do Estado que há espaço para fazer do transporte metropolitano uma política pública constante no Rio Grande do Sul. Queremos garantir ao cidadão gaúcho a prestação de um serviço de qualidade, sustentável e acessível”, afirma Patrícia.

Participaram da reunião o secretário de Apoio à Gestão Administrativa e Política, Agostinho Meirelles; lideranças de Gravataí, Sapucaia do Sul e Novo Hamburgo; o presidente da ATM, José Antônio Ohlweiler; o presidente do SETERGS, Fabiano Rocha Izabel; o técnico da EPTC, Luís Cláudio Ribeiro; o presidente da FRACAB, Arnobio Pereira; e o secretário-geral do SINDIMETROPOLITANO, Alessandro Araújo.

COMENTÁRIOS ( )