Domingo, 26 de Setembro de 2021 |

Feriado de 07 de setembro é marcado por chuvas e manifestações

Atos favoráveis e contrários ao presidente movimentaram Porto Alegre

Por Redação em 10 de Setembro de 2021


Na terça-feira, 07 de setembro, é celebrado o Dia da Independência do Brasil. Neste ano, devido a pandemia do coronavírus, Alvorada não teve os desfiles cívicos. Contudo, isso não deixou o dia dos alvoradenses menos movimentado. Isso porque, mesmo com a chuva no feriado, muitos foram para Porto Alegre participar de manifestações favoráveis ou contrárias ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ato no Parque Moinhos de Vento

Um ato favorável ao presidente da República ocorreu no Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Muitos alvoradenses participaram do movimento, que pedia mais liberdade para que o presidente possa trabalhar – em acusações de perseguição contra o STF – e o voto impresso que permite a auditoria. Milhares de pessoas se reuniram no local e, entre eles, estava o presidente do Democratas, Douglas Martello.

O presidente afirma ter encontrado pelo menos 50 alvoradenses presentes na manifestação. “Foi possível ver a força do presidente. Nós já vimos muitas vezes as pessoas saindo para as ruas pedindo o impeachment, mas não lembro de ter visto algo tão grande para pedir a permanência de um governo. Se alguém tinha dúvida sobre o apoio popular, agora teve uma resposta forte”, enfatiza Martello.

Segundo ele, havia um ato de aquecimento previsto para Alvorada, mas que foi cancelado por causa das chuvas que atingiram a cidade. Com isso, todo o movimento se concentrou no Parque Moinhos de Vento. Martello afirma que seguirá defendendo o presidente Bolsonaro, mas que não existe nenhuma nova manifestação agendada para ocorrer em Alvorada.

Ato na Redenção

Já na Redenção, manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro se reuniram para pedir o impeachment do governante. Por causa da chuva, o evento acabou ocorrendo embaixo do viaduto da Avenida João Pessoa e reuniu centenas de pessoas. Entre as lideranças da cidade estavam o presidente do PT, Claudio Leandro; a ex-prefeita Stela Farias (PT) e a vereadora Giovana Thiago (PT).

Segundo o presidente do PT, as pautas defendidas eram a defesa da vida, a luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda – além do pedido de impeachment de Bolsonaro. Como o ato teve início na parte da manhã – ao contrário de eventos anteriores – a organização de Alvorada optou por não realizar atividades em Alvorada e sim concentrar na capital.

Questionado sobre novos atos, o político afirmou que existe um calendário nacional de lutas que Alvorada está atuante. “Nos atos anteriores realizamos atividades pela manhã em Alvorada para nos somarmos em Porto Alegre na tarde. Objetivo é seguir assim, com atos que unifiquem o campo popular em Alvorada no Fora Bolsonaro, em uma construção dos partidos de esquerda, entidades e movimentos sociais”, conclui Claudio.

COMENTÁRIOS ( )