Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 |

Legislativo cria o ‘Selo Verde’ de certificação ambiental de empresas com práticas sustentáveis

Projeto foi apresentado na última semana pelo vereador Rodrigo Schim

Por Redação em 03 de Junho de 2022

"Projeto foi aprovado de forma unânime pelos vereadores presentes na sessão" (Foto: Guilherme Wunder)


O vereador Rodrigo Schim (PL) propôs na tarde de terça-feira, 31/05, a votação do Projeto de Lei Nº 048/2022, que destina-se a criação do ‘Selo Verde’. A proposta foi aprovada por unanimidade. O Selo Verde tem como finalidade certificar empresas e entidades, que contribuem com a manutenção e preservação do meio ambiente, incentivando as mesmas a adotarem práticas sustentáveis na cidade.

Em sua fala, o parlamentar falou dos motivos que o levaram a apresentar essa proposta para o município. “Nós temos diversas empresas que fazem esse tipo de trabalho e muitas vezes não são reconhecidas. Ao longo dos anos, diversas outras leis que favorecem a cidade. Agora criamos o selo verde para as empresas que adotam práticas sustentáveis. São pequenos gestos, mas também um grande passo", finaliza Schim.

Mudanças de nome

A vereadora Giovana Thiago (PT) apresentou o projeto que denomina a praça localizada ao lado do Jumbo de Praça Porto Verde. O espaço é utilizado pela comunidade e foi adotada pelo grupo Amigos da Praça Porto Verde desde 2015. Além de atividades físicas, também são desenvolvidos projetos sociais, culturais e de economia solidária promovidas na região.

Quem também apresentou um projeto que denomina um espaço foi o vereador Elias Fernandes (PSB). Sua proposta altera o nome da Rua 12, no Bairro São Lourenço, para Rua Nerci Barbosa de Lima, empresário que faleceu recentemente. Familiares do alvoradense estiveram presentes na sessão e foram homenageados pela Câmara com a mudança do nome da rua.

Demais projetos

Também estava na pauta a abertura de crédito especial no valor de R$ 70 mil. O recurso é necessário para pagamento de obrigações patrimoniais do segundo semestre deste ano. Outro projeto relacionado com a abertura de crédito especial foi o de Nº 039/2022. Neste caso, o valor é de R$ 236 mil para serem investidos nas despesas com deslocamento, alimentação e mão-de-obra de pessoas presas.

Já o vereador Alexandre Espeto (PSD) apresentou o projeto que institui o programa 'Eu Não Esqueço' de políticas públicas para tratamento e prevenção da doença de Alzheimer. O projeto de Lei de Nº 181/2021 foi proposto pela vereadora Oliane Santos (Cidadania). Ele institui o programa de cadastro de voluntariado do bem-estar animal. O projeto será intitulado como 'Amigo Bicho’.

O vereador Leandro Tur (PT) incluiu ao Calendário Oficial de Eventos o Dia Municipal do Cortadinho, a ser celebrado no dia 29 de abril. A ideia é de que esse projeto seja contemplado anualmente. Todas as cinco propostas, sendo três do Legislativo e duas do Executivo, foram aprovadas por todos os vereadores presentes na sessão e agora aguardam a sanção do prefeito.

COMENTÁRIOS ( )