Sexta-Feira, 23 de Julho de 2021 |

Vereadores aprovam projeto que institui o Maio Cinza, mês dedicado à prevenção do câncer cerebral

Proposta foi apresentada pelo vereador Rodrigo Schim (PL) em momento que emocionou o público

Por Redação em 25 de Junho de 2021

"O parlamentar se emocionou enquanto defendia o projeto, pois seu irmão teve a doença e hoje encontra-se curado" (Foto: Guilherme Wunder)


Na noite de terça-feira, 22/06, a Câmara de Vereadores aprovou, por unanimidade, o projeto de autoria do vereador Rodrigo Schim (PL), que institui no Calendário Oficial da cidade o Maio Cinza, mês dedicado à prevenção do câncer cerebral. A proposta tem por objetivo a prevenção do Câncer Cerebral e promoção de ações voltadas à integridade da saúde do paciente oncológico.

Segundo a Câmara, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) estima que serão diagnosticados neste ano, no Brasil, 11.090 novos casos de câncer cerebral, sendo 5.870 homens e 5.220 mulheres. Atualmente, esse tipo de câncer ocupa a décima posição entre os tumores mais frequentes nas mulheres brasileiras e a décima primeira posição entre os homens.

O proponente do projeto falou da importância do projeto e, emocionado, falou sobre o seu irmão, que teve a doença e hoje está curado. “Com o grande impacto da referida doença na vida dessas pessoas, o Maio Cinza servirá como um instrumento de conscientização sobre a prevenção à população e homenagear aqueles que passaram por esse momento difícil em suas vidas”, concluiu o parlamentar.

Homenagem

Contudo, esse não foi o único momento da sessão que houve emoção por parte dos vereadores e da população. Isso porque o vereador Elias Fernandes (PSB) apresentou o projeto que homenageia o servidor público Celso Ortiz, que faleceu recentemente. O homenageado trabalhou na Secretaria de Obras e Viação (SMOV) por quase 30 anos. Familiares participaram da sessão.

Demais projetos

Outros quatro projetos foram apreciados pela Câmara e aprovados. Dois deles eram de autoria a Prefeitura. O primeiro tratava que autoriza o recebimento de imóvel do Estado, dentro do programa NegociaRS. A área trata-se de onde ficava a antiga olaria da Brigada Militar e tem cerca de 130 hectares. Segundo a Prefeitura, a área pode acomodar um parque de lazer, acampamento farroupilha ou área de recreação para crianças e jovens.

Já o segundo projeto visa regularizar a Escola Elizardo Duarte Neto. Isso porque a área não está regularizada e é necessário solucionar esse problema devido a emenda de R$ 300 mil conquistada pelo vereador Alexandre Espeto (PSD) para a construção de uma quadra poliesportiva. Com esse projeto, a área é regularizada e o município não corre riscos de perder o recurso.

Os outros dois projetos foram apresentados por vereadores. O primeiro, de autoria de Beto Goleiro (PL), regulariza o Fundo Municipal do Idoso para que Alvorada conquiste recursos para a terceira idade. Já o projeto de Rodrigo Mendes (Republicanos) inclui as efemérides Dia Municipal das Pessoas com Altas Habilidades ou Superdotação e Mês de Informação e Conscienzação sobre Altas Habilidade e Superdotação.

COMENTÁRIOS ( )