Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022 |

Castramóvel é adquirido e entregue em evento no último final de semana

Compra do equipamento foi feito através de uma emenda do deputado Giovani Cherini

Por Redação em 13 de Maio de 2022

"O castramóvel ainda não tem previsão de ser colocado em funcionamento" (Foto: Giovana Agliardi)


Durante Feira de Adoção promovida no sábado, 07/05, foi entregue na Praça João Goulart o castramóvel adquirido através de uma emenda de R$ 140 mil enviada pelo deputado federal Giovani Cherini (PL). O ato contou com a presença do vice-prefeito Valter Slayfer (PL) e da secretária de Saúde (SMS), Neusa Abruzzi.

Segundo a titular da SMS, essa conquista auxiliará na luta pelo bem-estar animal – ao lado das chipagens e feiras de adoção. “Desde o início a equipe da saúde trabalhou com muito compromisso para tornar o castramóvel uma realidade para nossa comunidade. O veículo deverá ser entregue oficialmente na próxima semana para o município, e passará por processos legais para iniciar os trabalhos”, pondera Neusa.

Próximos passos

O médico-veterinário Marcelo Vallandro explicou que agora a administração trabalha para colocar o serviço em funcionamento. “A gente sabe que foram muitos meses de planejamento para que aquilo aconteça. Sabemos das questões do pessoal e insumos, mas uma etapa foi vencida, que foi a chegada do castramóvel”, afirma o servidor.

Entre os próximos passos está o recebimento do equipamento e colocá-lo no patrimônio da Prefeitura. Depois disso, é necessário que o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul aprove o uso do castramóvel nas ações do município. A compra de insumos e a formação da equipe para trabalhar nas operações também está sendo feita.

Contudo, o médico-veterinário ressaltou que o município já desenvolve esse trabalho com os animais. “A castração de animais de rua e da população de baixa renda é algo que a gente já vem planejando e executando há algum tempo. Todos os cães adotados são castrados e o castramóvel chega de um planejamento e de uma estruturação que só atrasou por causa da pandemia”, finaliza Vallandro.

Questionado sobre a previsão para que o castramóvel esteja em funcionamento, o diretor-geral da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), Carlos Soares, afirmou que não pode dar datas. “Chegou o bem que agora está no tombamento da SMS e que precisa de algumas ações. Ele precisa passar pelo patrimônio e tem a legalização, emplacamento e licenciamento; mas queremos regularizar logo”, justifica o gestor.

COMENTÁRIOS ( )