Sexta-Feira, 18 de Junho de 2021 |

Hospital de Alvorada inaugura UTI para atendimento de pacientes contaminados pela coronavírus

Após quase 15 meses do primeiro caso do município, instituição contará com condições para tratar casos graves

Por Redação em 07 de Maio de 2021

"Agora o Hospital de Alvorada conta com seis leitos de UTI para adultos no tratamento contra a Covid-19" (Foto: William Schumacher)


Os dados de Alvorada seguem oscilando, mas parecem diminuir – tanto de casos confirmados como de óbitos. Contudo, os índices seguem altos e, por causa disso, o Hospital de Alvorada agora conta com leitos de UTI adulto e provisório para o atendimento de casos da Covid-19. Isso sem contar os leitos de enfermaria que já existiam desde o ano passado.

Dados da semana

O Governo do Estado divulgou na tarde de quinta-feira, 06/05, o seu mais recente boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus. Assim é possível averiguar que Alvorada está com 17.826 casos confirmados desde a primeira quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro paciente alvoradense. Além disso, já são 647 óbitos causados pela doença.

Nessa semana foram confirmados mais 659 casos. Isso é menos do que na última semana, quando foram 863 pacientes contaminados. O número de óbitos também caiu. Nessa semana foram confirmadas nove vítimas da pandemia. Os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados foi divulgado pela Prefeitura no início da semana passada, através de nota nas redes sociais.

No boletim epidemiológico municipal de terça-feira, 04/05, já havia 17.560 casos confirmados. Desses, 16.451 já estão reestabelecidos. Ainda existem 359 alvoradenses em isolamento domiciliar e 109 hospitalizados. Na terça-feira, por volta das 13h – quando foi divulgado o ofício – já eram 641 mortes confirmadas pela pandemia do coronavírus dentro do município.

Vinda das UTI’s

Hoje o Hospital de Alvorada é dirigido por Carlos Grossini. Ele conta que já faz dois meses que vem se trabalhando nas tratativas de implantação da UTI Covid-19 na instituição. Esse processo passou por estudos de viabilidade técnica de implantação das instalações, adequações e melhorias na área escolhida, busca de equipamentos necessários e contratação de serviços e profissionais;

A remessa de equipamentos foi completa no final de abril com a disponibilização das bombas de infusão faltantes. “Quanto a manutenção dos leitos de UTI após a pandemia necessitaremos aguardar a evolução dos acontecimentos, pois estes leitos foram habilitados temporariamente em regime de excepcionalidade para atendimento de pacientes com COVID-19, em parte da área da emergência”, salienta Grossini.

A secretária de Saúde (SMS), Neusa Abruzzi, também explicou a importância que essa novidade no Hospital de Alvorada tem para a comunidade de Alvorada. “De imediato nós poderemos dar atendimento aos alvoradenses sem a necessidade de ficar esperando a abertura de leitos em Porto Alegre ou outros municípios. Será possível dar mais agilidade na qualidade do atendimento da nossa população”, relata a secretária.

Ainda segundo ela, a expectativa é de que o serviço não deixe de ser ofertado após a pandemia. “A Prefeitura trabalha para ficar em definitivo com esses leitos. Nós já estamos agilizando algumas propostas de emendas parlamentares para auxiliar nessa reforma e ampliação do espaço. Estamos em tratativas também com o Hospital para que a gente não precise parar o serviço”, finaliza Neusa.

Balanço mensal

Em abril, Alvorada registrou uma queda no número de casos quando comparado aos meses anteriores. Foram 855 confirmações, enquanto em março o número se aproximou dos quatro mil. O número de óbitos também reduziu – de 243 para 82 vítimas. Contudo, mesmo com a redução, abril é o segundo mês com mais mortes por causa do coronavírus.

COMENTÁRIOS ( )