Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

Prefeitura anuncia a descentralização dos pontos e a troca da central de imunização

Ponto principal de vacinação deixa de ser o Ginásio Tancredo Neves e volta a ser o PAM-8

Por Redação em 12 de Novembro de 2021

"Centro de vacinação volta para o laboratório ao lado do PAM-8" (Foto: Arquivo A Semana)


A Secretaria de Saúde (SMS) projeta mudanças para a próxima semana no combate a pandemia da Covid-19. Essas alterações na campanha de imunização tratam do Centro de Imunização e da descentralização dos pontos de vacinação para que o número projetado – 70% da população com o ciclo de imunização concluído – seja alcançado no início do próximo ano.

O anúncio do novo local foi feito em transmissão de vídeo pela infectologista Karin Rauber. “O nosso centro de vacinação vai ter uma mudança de local. Ele funcionará no Ginásio Tancredo Neves até sexta-feira. Depois disso vamos fazer a mudança para dar início ao novo centro de vacinação. A partir de terça-feira retomamos no Laboratório ao lado do PAM-8”, explica.

Além do centro vacinação, a SMS segue com o projeto de descentralização dos pontos de vacinação. Na próxima semana a Escola Podalírio Inácio de Barcellos e na Praça João Goulart – onde hoje está o parque municipal. Toda a comunidade que estiver no plano de imunização pode procurar as equipes para concluir sua imunização. As orientações foram feitas na página da Prefeitura.

Segundo a secretária Neusa Abruzzi, está sendo trabalhado para concluir o ciclo de imunização de 70% da população e assim controlar a pandemia no município. “Nós estamos buscando todos os espaços e queremos ampliar para os postos de saúde nos sábados. A nossa projeção é de que até o início de janeiro a gente chegue nesse número tão esperado dos 70%”, afirma

Dados da semana

O Governo do Estado divulgou na tarde de quinta-feira, 11/11, o seu mais recente boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus. Assim é possível averiguar que Alvorada está com 23.117 casos confirmados desde a primeira quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro paciente alvoradense. Além disso, já são 815 óbitos causados pela doença.

Nessa semana foram confirmados mais 33 casos. Isso é mais do que na última semana, quando foram 18 pacientes contaminados. Já sobre os óbitos, desta vez houve o registro de uma nova morte no município. Os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados foi divulgado pela Prefeitura no início da semana, através de nota nas redes sociais.

No boletim epidemiológico municipal de terça-feira, 09/11, já havia 23.105 casos confirmados. Desses, 22.099 já estão reestabelecidos. Ainda existem 123 alvoradenses em isolamento domiciliar e 69 hospitalizados. Na terça-feira, por volta das 09h – quando foi divulgado o ofício – já eram 814 mortes confirmadas pela pandemia do coronavírus dentro do município.

Campanha de imunização

Segundo último boletim do Estado, Alvorada já recebeu 293.730 mil doses de vacinas – entre primeira dose, segunda dose e dose única. Dessas doses, 88.7% já foram aplicadas na população. Com isso, 109.692 pessoas já estão com o ciclo de imunização concluído (duas doses ou dose única). Além disso, outras 36.836 alvoradenses já receberam pelo menos a primeira dose da vacina.

Com a chegada dos menores de idade, a Secretaria de Saúde (SMS) vacinou na quinta-feira, 11/11, os jovens de 12 anos completos ou mais. Além disso, estão recebendo a terceira dose os idosos com mais de 70 anos que tomaram a primeira vacina antes de 10 de maio. As aplicações de segunda dose de Pfizer, Coronavac e Oxford seguem sendo aplicadas. A programação de sexta-feira, 12/11, já foi divulgada.

Serão imunizados os idosos com 60 anos ou mais que tenham tomado a segunda dose até o dia 12 de maio. Os imunodeprimidos que tomaram a segunda dose até 14 de outubro. Os alvoradenses com 12 anos ou mais. A segunda dose de Coronavac, Oxford e Pfizer – as duas últimas estão sendo adiantadas para quem tomou a primeira até o dia 17 de setembro.

Já podem ser imunizados com a terceira dose os imunodeprimidos que tomaram a segunda dose até o dia seis de outubro. Podem procurar o serviço os quem tem imunodeficiência primária grave, faz tratamento de quimioterapia, transplantados de órgão, portador de HIV/AIDS, uso de corticoides, uso de drogas da resposta imune, auto inflamatórios, pacientes em hemodiálise e com doenças inflamatórias crônicas.

COMENTÁRIOS ( )