Sbado, 04 de Dezembro de 2021 |

SIMA homenageia os profissionais que ajudam na promoção e prevenção à saúde

Homenagem foi voltada aos agentes comunitários e de combate às endemias

Por Redação em 15 de Outubro de 2021

"O evento ocorreu no dia 08 de outubro, no auditório do SIMA" (Foto: Divulgação)


O Sindicato dos Municipários de Alvorada (SIMA) organizou uma homenagem aos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias. O evento ocorreu no auditório da entidade, em virtude da passagem do Dia Nacional dos ACS e ACE. As duas categorias são reconhecidas pelo Ministério da Saúde por cumprir papel fundamental no acolhimento da população e pelas ações de promoção à saúde e prevenção.

Para o sindicalista, por estar próximos da comunidade, os ACS e ACE percebem como está a saúde da população, o que faz com que sirvam de elo entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e a comunidade. “ACS e ACE cumprem a missão de ampliar o acesso da população às ações e aos serviços de informação, de saúde e de promoção social”, destaca Rodinei Rosseto, presidente do SIMA, ao dar início ao evento.

Perto da comunidade

Márcia Fernanda Mendes, professora do Instituto Federal (IFRS) de Alvorada, compareceu ao evento para saudar a data e as alunas do curso técnico de Agente Comunitário de Saúde, no qual ela ministrou aulas. Ela dirigiu atenção especial aos Agentes de Combate às Endemias, cuja atuação se mostra essencial para as comunidades.

O Brasil é um dos poucos países que possui essa categoria profissional, que atua no Sistema Único de Saúde (SUS), um complexo de saúde pública reconhecido internacionalmente como política de saúde. O ACS surge logo após a criação do SUS e serve de elo entre a comunidade e a equipe de saúde e sua importância ocorre pelo fato de ele atuar nos bairros, o que faz com que conheça as demandas de saúde.

Dentro da nossa lógica de saúde, temos a atenção primária ou básica, que pensa o que é essencial para aquela comunidade. O ACS e ACE são aqueles profissionais que trazem a realidade do território para o sistema e levam o cuidado de saúde para dentro do território, desempenhando funções de educação em saúde e promove o cuidado real de quem está próximo dos cidadãos.

Para a professora, é de suma importância se investir nesse setor. “Enquanto militante do Sistema Único de Saúde, que luta para que o SUS seja um instrumento de política pública de saúde, reconheço que para o senso comum, quando falamos em saúde, vem à mente a figura do médico e, às vezes, da enfermeira, sem pensar no Agente, cuja função fica invisibilizada”, observa Márcia.

COMENTÁRIOS ( )