Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 |

Editorial

A retomada da economia

Por Redação em 18 de Dezembro de 2020


A pandemia pegou há todos de surpresa. São mais de 200 mortes apenas em Alvorada – e mais de 180 mil mortes no país. É quase como se Alvorada sumisse do mapa, afinal temos pouco mais de 200 mil habitantes. Isso para se notabilizar o impacto que o coronavírus teve nas nossas vidas e, principalmente, na saúde pública e na economia de todo o mundo.

Por mais que a pandemia ainda não tenha sido superada e os índices teimem em não amenizar, a economia começa a retomar suas forças dentro de Alvorada. Nessa semana foi inaugurado o Jumbo Atacadista e, em breve, devem inaugurar o Porto Verde Center e iniciar as obras da Tomasetto para um centro de distribuição no Distrito Industrial do nosso município.

Isso tudo em um momento onde ainda existe incerteza sobre o próximo ano e o desemprego não para de aumentar. Contudo, somente nesses empreendimentos, serão centenas de novos empregos sendo criados. Isso sem contar a geração de renda que a cidade deve ter com a população comprando mais e os impostos sobre as notas de serviço expedidas.

Óbvio que ainda é pouco e Alvorada carece de mais investimentos no distrito industrial e nos bairros. A cidade carece de mais indústrias e empresas, mas o primeiro passo está sendo dado. A economia está entrando nos trilhos novamente e empresários estão retomando os seus negócios. Inaugurar empreendimentos como esses em meio a uma pandemia é louvável e corajoso. Merece respeito.

Contudo, o nosso poder público tem de ter ciência de que Alvorada precisa mais. Não se pode acomodar e pensar que já fez a sua parte. Muito pelo contrário. Tem que usar esses exemplos para ir atrás de mais investimentos na geração de emprego e renda. Somente assim Alvorada vai crescer e parar de ser conhecida como uma cidade-dormitório ou que tem um dos menores PIB’s do país.

O natal está chegando em breve e pode-se ter certeza de uma coisa: os alvoradenses estão clamando por oportunidades e essas empresas podem ser o início desse processo. Seja para empregar quem está desempregado como também ser case de sucesso para que os poderes constituídos busquem mais. Isso porque Alvorada tem um povo trabalhador e que carece de mais.

COMENTÁRIOS ()