Tera-Feira, 26 de Outubro de 2021 |

Editorial

Os idosos precisam de mais atenção

Por Redação em 27 de Novembro de 2020


Essa semana, o Jornal A Semana está publicando um estudo que fala sobre a nossa cidade de uma forma negativa. Isso porque a pesquisa do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon, realizada a nível nacional, afirma que Alvorada não é um bom município para a terceira idade viver. Mas será que isso é verdade? Infelizmente para a maioria dos entrevistados essa é a realidade sim. Existem mais problemas do que coisas boas e vamos explicar.

Os idosos dependem de serviços como bancos, farmácias e serviços de saúde. Isso para sobreviver. Quando se fala em sistema bancário, principalmente para aposentados e pensionistas, temos que lembrar das agências que prestam esse serviço. As longas filas registradas, falta de acesso (elevador, banheiros) já foram tema de inúmeras pautas do Jornal A Semana.

Já na área de saúde, existem as longas filas de espera para exames simples e isso faz com que o idoso dependa dos serviços particulares. Isso para não entrarmos no mérito do Hospital de Alvorada, que não tem UTI e presta somente o serviço básico.

Casas geriátricas sofrem dificuldades financeiras enormes isso sem contar o abandono que algumas famílias têm com os seus parentes mais velhos. Tudo isso se soma para colocar a cidade em uma triste situação dentro do cenário estadual e nacional quando se fala em qualidade de vida dos idosos.

Contudo, sabemos que Alvorada não é só aspecto negativo. Apesar de não ter o SESC, a equipe do Ginásio Tancredo Neves promove atividades como caminhadas e o câmbio. Também existem as academias de saúde ao ar livre e os CRAS que realizam palestras e oficinas voltadas para esse público.

Isso sem falar de paróquias, associações de moradores e outras entidades. Além disso, o título da Capital da Solidariedade gera uma série de ações importantes voltadas aos idosos. Nós mesmos já noticiamos a vez em que uma casa de idosos realizou uma ação de natal pedindo presentes e foram todos atendidos.

É lindo ver isso acontecer para poder reconhecer o bom trabalho feito pelo coração das pessoas que querem o bem do próximo mas Alvorada precisa melhorar. Todos sabem disso – inclusive os idosos entrevistados relatam problemas na reportagem produzida nesta edição. Contudo, nunca se pode fazer terra arrasada. Existem boas práticas que já estão sendo feitas e precisam ser mantidas.

COMENTÁRIOS ()