Domingo, 26 de Setembro de 2021 |

Opinião

Qual é a nossa cultura?

Por Redação em 29 de Maio de 2015


No último sábado, 23 de maio, aconteceu o Baile da Societá, promovido pela Sociedade Italiana de Alvorada. Como de costume, toda vez que este evento acontece, centenas de fotos inundam as redes sociais, especialmente o Facebook. Algumas personalidades políticas locais postam fotos das suas participações na festividade como se isso soasse como algum tipo de ostentação política.
E toda vez que eu isso acontece, só uma questão me vem à mente: a Societá construiu sua sede em uma área pública cedida pela Prefeitura Municipal - que também contribuiu com construção do espaço - durante o Governo Brum, e graças ao Deputado Federal Henrique Fontana (PT), foram contemplados com emenda parlamentar de R$ 250 mil para terraplanagem do terreno.
A Societá abriga em sua sede, a Casa de Cultura Italiana, um dos poucos - talvez o único - espaço cultura de Alvorada, e mesmo sendo contando com todos tipo de benevolência pública, o valor do aluguel do espaço para atividades culturais é elevado e muito superior a alguns teatros públicos em Porto Alegre, porém, com estrutura bem inferior. É como se o espaço fosse privado.
É urgente e necessário a democratização deste espaço, afinal, já que foram beneficiados com área e recursos públicos, a Sociedade Italiana de Alvorada deveria oferecer uma contrapartida à cidade. Enquanto isso, entidades com, por exemplo, o Instituto Ecovox e a ONG Embrião, de grandes préstimos à sociedade alvoradense são desprestigiadas.
Aliás, qual é a relação de Alvorada - um dos municípios gaúchos com a maior concentração de negros - com a colonização italiana, que justifique o favorecimento desta descendência pelo poder público?

Dudu Correa - Ativista Político

COMENTÁRIOS ()