Sbado, 22 de Janeiro de 2022 |

Opinião

A arte de ensinar

Por Carolina Cristina Careta Psicóloga clínica e escritora em 21 de Dezembro de 2012


Em um passado não muito distante, a luta para ser “alguém na vida” era um pouco diferente dos dias atuais: aos que não tinham condições financeiras estudaram em escolas públicas e a possibilidade de obter formação acadêmica para uma brilhante carreira profissional era para poucos e com isso as expectativas e sonhos futuros acabavam todos submersos em um mar de incertezas e frustrações.
E mesmo com todas as dificuldades os aprendizados absorvidos no período escolar serão levados para sempre: “Os ensinamentos da vida”. Este que possibilita a capacidade de conquistar seu espaço no mundo!
Assim, a escola é o lugar em que são trocadas experiências não somente com os colegas de sala, mas também com os educadores. Sendo o espaço em que serão formados não apenas futuros profissionais, mas o possível para a formação de seres humanos que poderão fazer a diferença diante de um mundo que carece de fatores igualitários no que se diz respeito a dignidade, bons exemplos, incentivo a construção de novas ideias, pensamentos, inovações nas teorias científicas já ultrapassadas, enfim, a criação de uma sociedade mais repleta de valores que irá de encontro com as banalizações morais.
“Ensinar é uma arte, absorver esses ensinamentos e colocar em prática é uma questão de sabedoria”, e que apenas diante dos acertos e erros que a vida proporciona a todos os seres humanos falíveis, é concedido a oportunidade de transformar-se e propagar esses aprendizados, de forma mais singular. Onde de maneira mais sutil as pessoas possam conscientizar-se de erros, escolhas erradas e terem uma chance de reavaliar conceitos e mudar tudo a sua volta...
Sempre é tempo de recomeçar... Já diziam as velhas escrituras. E com o passar do tempo, só comprovou-se ainda mais o seu significado, pois o tempo não para, e tudo ao redor vai transformando-se, ficando apenas a única fonte verdadeira: o amor!
Está presente na luta pelos nossos sonhos, nas pessoas especiais que passaram em nossas vidas, nos momentos em que foi possível atingir o ápice da tristeza, mas com a força das poucas coisas boas que nos cercam, levantar e continuar a batalha, sempre por mais uma vez...
É assim o destino de todos aqueles que com força de vontade estão repercutindo o amor, dedicam uma existência em prol das pessoas, aprender e ensinar. E apesar de todas dificuldades e de uma era em questões ligadas a crueldade e falta de respeito mútuo, ainda sim não desistem e sobressaem-se diante de muitos.
Nossos pais, a primeira professora, a primeira cartilha, o primeiro contato com os colegas, a primeira paixão, verdadeiros amigos para a vida toda que conhecemos na escola, o primeiro trabalho, o ingresso na faculdade e o diploma que abrem portas.
Todos esses exemplos, que sempre ficarão marcados de maneira especial, foram ao lado de nossos educadores e colegas, todos os momentos vivenciados na escola. Que apesar de conflitos e momentos não muito alegres em algumas circunstâncias, ao olhar para trás sempre deixarão saudades e lágrimas de agradecimento a todos aqueles que nos ajudaram a ter educação, princípios e nunca deixaram de cumprir seu papel com amor, orgulho e dedicação por aquilo que faz!

COMENTÁRIOS ()